A CARTOMANTE, MACHADO DE ASSIS

    0
    3268
    DICAS PARA ANALISAR, COMPREENDER, E INTERPRETAR TEXTOS

    RESUMO

    A Cartomante
    HAMLET observa a Horácio que há mais cousas no céu e na terra do que
    sonha a nossa filosofia. Era a mesma explicação que dava a bela Rita ao
    moço Camilo, numa sexta-feira de novembro de 1869, quando este ria dela,
    por ter ido na véspera consultar uma cartomante; a diferença é que o fazia
    por outras palavras.
    — Ria, ria. Os homens são assim; não acreditam em nada. Pois saiba que
    fui, e que ela adivinhou o motivo da consulta, antes mesmo que eu lhe
    dissesse o que era. Apenas começou a botar as cartas, disse-me: “A senhora
    gosta de uma pessoa…” Confessei que sim, e então ela continuou a botar as
    cartas, combinou-as, e no fim declarou-me que eu tinha medo de que você
    me esquecesse, mas que não era verdade…
    — Errou! interrompeu Camilo, rindo.
    — Não diga isso, Camilo. Se você soubesse como eu tenho andado, por sua
    causa. Você sabe; já lhe disse. Não ria de mim, não ria…

    CONTINUE LENDO!

    ADQUIRA NOSSO E-Book e baixe esse livro no formato PDF, E-Pub, Doc, TXT
    Leve consigo e leia no ônibus, metrô, taxi, em seu Leitor de E-book ou Celular

    Clique no Botão abaixo para acessar nossa loja virtual

    Code:

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here