ADJETIVO

0
3891
DICAS PARA ANALISAR, COMPREENDER, E INTERPRETAR TEXTOS

Adjetivo

É uma palavra variável que expressa característica do substantivo, qualificando ou modificando-o. A finalidade do é adjetivo à de qualificar, de caracterizar o que o substantivo nomeia.

Adjetivo na flexão de Gênero.
Adjetivo Biforme
Possui uma forma para o gênero masculino e outra para o gênero feminino.

Exemplo:

Masculino. Feminina.
Garoto Garota
Bonito Bonita

Adjetivo Uniforme
Possui uma única forma para o masculino e para o feminino.

Exemplo:

Inteligente, otimista, interessante, humildade.

Adjetivo na flexão de Número.
O artigo concorda em número com o substantivo a que se refere.

Exemplo:

Singular Plural
útil úteis
jovem jovens
surdo-mudo surdo-mudos

Adjetivo na flexão de Grau
Há dois graus do adjetivo: comparativo e superlativo. Eles servem para comparar dois seres ou destacar determinado elemento de um grupo, respectivamente.

Comparativo de inferioridade
Exemplo:

Somos menos espertos do que eles.

Somos menos inteligentes do que espertos.

Comparativo de igualdade
Exemplo:

Ela é tão bonita quanto inteligente.

Ele é tão simpático quanto seu amigo.

Comparativo de superioridade
Exemplo:

Estamos mais bonitos do que eles.

Estamos mais ricos do que felizes.

Superlativo
A característica dada ao substantivo pelo adjetivo é exagerada, comparando-a ou não com a de outros. Há dois tipos de superlativos: o relativo e o absoluto.

Superlativo Relativo
Uma relação de comparação com o resto do grupo e pode ser:

De superioridade: João é o mais bonito da rua.

De inferioridade: João é o menos bonito da rua.

Superlativo Absoluto
Indica o grau máximo do adjetivo.

Alice é muito gorda.

Alice é gordíssima.

Superlativo Absoluto Sintético
É formado pelo acréscimo de um sufixo ao radical latino. São os chamados “superlativos eruditos”.

Exemplo:

Sábio Sapientíssimo

Amigo Amicíssimo

Esta última terminação, imo, em substituição a íssimo, aparece em poucos adjetivos. Exemplo:

paupérrimo, libérrimo, celebérrimo

A linguagem oral diária registra processos diferentes de formação do grau superlativo, tais como: superinteligente (muito inteligente, inteligentíssimo)

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCONOTAÇÃO E DENOTAÇÃO
Próximo artigoBACIAS HIDROGRÁFICAS NO BRASIL
Marcelo é um profissional de Informática interessado em Internet, Programação PHP, Banco de Dados SQL Server e MySQL, Bootstrap, Wordpress. Nos tempos livres escreve nos sites trabalhosescolares.net sobre biografias, trabalhos escolares, provas para concursos e trabalhos escolares em geral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here