DICAS PARA ANALISAR, COMPREENDER, E INTERPRETAR TEXTOS

ESTRUTURAS DAS PALAVRAS

A análise da estrutura das palavras revela-nos a existência de vários elementos mórficos chamados de morfemas.

Os elementos que contêm o significado básico da palavra chamam-se morfemas lexicais, e os que indicam a flexão das palavras, ou seja, as variações para indicar gênero, número, pessoa, modo, tempo recebem o nome de morfemas gramaticais.

Em meninas, por exemplo, menin- é morfema lexical, a é morfema gramatical de gênero e s é morfema gramatical de número.

Os elementos mórficos são os seguintes:

Radical
É o elemento comum de palavras cognatas também chamadas de palavras da mesma família. É responsável pelo significado básico da palavra.

Ex.: terra, terreno, terreiro, terrinha, enterrar, terrestre…

Nas palavras acima, o elemento terr é o radical, já que não pode ser decomposto em unidade menores e nele se concentra o significado básico da palavra.

Observação:

As palavras que apresentam o mesmo morfema lexical, isto é, o mesmo radical, são chamadas de cognatas. Assim, são cognatas as palavras ferro, ferreiro, ferragem, ferrugem, ferrado, ferrador, ferradura, etc.

Afixos
São partículas que se anexam ao radical para formar outras palavras. Existem dois tipos de afixos:
Prefixos: colocados antes do radical. Ex.: desleal, ilegal
Sufixos: colocados depois do radical. Ex.: folhagem, legalmente

Infixos
São vogais ou consoantes de ligação que entram na formação das palavras para facilitar a pronúncia. Existem em algumas palavras por necessidade fonética.Os infixos não são significativos, não sendo considerados morfemas.
Ex.: café-cafeteira, capim-capinzal, gás-gasômetro

Principais desinências
Vogal Temática
Vogal Temática (VT) se junta ao radical para receber outros elementos. Fica entre dois morfemas. Existe vogal temática em verbos e nomes. Ex.: beber, rosa, sala

Nos verbos, a VT indica a conjugação a que pertencem ( 1ª , 2ª ou 3ª ).

Ex.: partir- verbo de 3ª conjugação

Há formas verbais e nomes sem VT. Ex.: rapaz, mato(verbo)

Tema
Tema = radical + vogal temática
Ex.: cantar = cant + a, mala = mal + a, rosa = ros + a

Desinências
São morfemas colocados no final das palavras para indicar flexões verbais ou nominais.
Podem ser:

Nominais: indicam gênero e número de nomes ( substantivos, adjetivos, pronomes, numerais ). Ex.: casa – casas, gato – gata

Verbais: indicam número, pessoa, tempo e modo dos verbos. Existem dois tipos de desinências verbais: desinências modo-temporal (DMT) e desinências número-pessoal (DNP).

Ex.: Nós corremos, se eles corressem (DNP); se nós corrêssemos, tu correras (DMT)

A divisão verbal em morfemas será melhor explicada na matéria verbo.
Algumas formas verbais não têm desinências como: trouxe, bebe…

Verbo-nominais: indicam as formas nominais dos verbos (infinitivo, gerúndio e particípio). Ex.:beber, correndo, partido

Principais desinências:

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPREFIXOS GREGOS
Próximo artigoMORFEMA
Marcelo é um profissional de Informática interessado em Internet, Programação PHP, Banco de Dados SQL Server e MySQL, Bootstrap, Wordpress. Nos tempos livres escreve nos sites trabalhosescolares.net sobre biografias, trabalhos escolares, provas para concursos e trabalhos escolares em geral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here