GRAVIDEZ PSICOLÓGICA (PSEUDOCIESE OU FALSA GESTAÇÃO)

0
1864
DICAS PARA ANALISAR, COMPREENDER, E INTERPRETAR TEXTOS

Problema comum nas cadelas. Muitas vezes de difícil tratamento e solução, porque tende a retornar. Ela pode ser a causa determinante de infecção uterina, cistos ovarianos e tumores de mama.

Os sinais ocorrem de 60 a 70 dias após o último cio de uma cadela não coberta ou não fecundada. Surge com produção de leite e alterações de comportamento, como construção de ninhos e adoção de objetos ou outros filhotes como se fossem seus.

Ocorre por um desequilíbrio hormonal. Normalmente ao final do Diestro (ultimo estágio de cio), há uma queda no nível de progesterona, da mesma forma ocorre na época do parto. A progesterona é o hormônio responsável pela preparação do útero e manutenção da prenhez. Essa queda de progesterona, causa um estímulo a liberação do hormônio responsável pela produção de leite e comportamento maternal, a Prolactina. A maioria das fêmeas retorna ao seu comportamento normal, após 3 semanas, sem necessidade de tratamento. Mas esse tempo pode se prolongar se ocorrer estímulos, como sucção das mamas, adoção de objetos como filhotes, etc.

O tratamento com hormônios possue muitos efeitos colaterais perigosos. Dar progesterona não resolve, porque quando se suspender a administração, a produção de prolactina e leite voltam. O estrogênio causa piometra, uma infecção grave no útero. A melhor forma de tratar o problema, é fazer uma restrição alimentar, diminuindo a quantidade de água e alimento, para diminuir a produção de leite e usar medicamentos não hormonais.

Não se deve ordenhar, a não ser que esteja muito cheia de leite, para não estimular mais ainda a glândula. Também não se deve deixar a fêmea adotar outros animais ou brinquedos, porque também estimula a produção de leite e aumenta o tempo de duração da pseudociese, o que é ruim para o animal.

Outro problema que pode ocorrer, é um processo inflamatório das glândulas mamárias, a mastite. As mamas ficam endurecidas, inchadas e doloridas; a fêmea se sente incomodada e não consegue se deitar. Em casos mais graves ocorre febre, inapetência e apatia, pelo quadro infeccioso. Neste caso se faz necessário o uso de antibiótico.

As cadelas que apresentam com freqüência a gravidez psicológica, correm mais risco de desenvolver tumores de mama e piometra (infecção uterina grave). Neste caso é indicado a castração, para prevenir graves problemas futuros de saúde para o animal.

Rejane S.B. Melki – Médica Veterinária – CRMV-5 4770

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here