DICAS PARA ANALISAR, COMPREENDER, E INTERPRETAR TEXTOS
HashFlare

Muitas vezes chamamos simples resfriados de gripe. Mas as diferenças existem e são importantes para a recuperação.

A Gripe é uma doença infecciosa aguda, contagiosa, muito difusa, provocada por um vírus específico (o vírus Influenza) que apresenta uma grande variabilidade, mesmo no decurso de uma epidemia. Isto explica porque a gripe é uma doença tão frequente e que praticamente não deixa imunidade, dada as características do agente que a provoca. Existem três tipos fundamentais do vírus da gripe: A, B e C.
A difusibilidade de que falámos é confirmada pela recordação das gravíssimas epidemias, entre as quais a de 1918, devida à grande mortalidade que provocou (15 milhões de pessoas, grande parte jovens), e que foi sem dúvida a mais grave.

Nos casos mais leves, a doença começa de maneira aguda com um quadro febril de curta duração (2-3 dias), acompanhado de angina, às vezes rinite ou traqueíte e quase sempre de uma astneia profunda com cefaleias e dores musculares e articulares; muitas vezes a tosse indica o estado inflamatório do epitélio traqueal: às vezes podem aparecer vómitos, diarreia ou dores abdominais relacionadas com uma reactividade particular do indivíduo.
Quando a tosse é insistente, seca ou com expectoração mucopurulenta abundante, deve-se suspeitar de que se tenha complicado com uma bronquite que, às vezes, pode denunciar uma marca asmatiforme com alterações respiratórias.
Também a broncopneumonia é uma complicação possível: aparece habitualmente na convalescença ou durante a efervescência, com uma brusca elevação da temperatura, com dores torácicas tipo pontada, dispneia e tosse.

A gripe pode ser perigosa, devido a estas complicações, para as pessoas mais idosas, nas quais pode apresentar uma evolução grave. A terapêutica é sintomática, isto é, com o objectivo de combater as dores e a febre: nos casos de profunda adinamia e hipotensão, está aconselhada a utilização de fármacos simpaticomiméticos.

A coisa mais normal é encontrar uma pessoa resfriada ou gripada. Quem mora em cidade grande então, nem se fala. Isso porque o aglomerado de pessoas facilita a propagação da gripe. Um simples espirro num lugar fechado pode contagiar quem está próximo, pois o vírus é transmitido através das gotículas que ficam suspensas no ar. Quando estiver gripado ou resfriado, cuidado com as mãos. Você leva a mão ao nariz, o vírus gruda em sua mão; você cumprimenta um amigo, o vírus passa para a mão dele que, sem querer, coça o nariz ou os olhos e pega a gripe.
Gripes e resfriados começam com sensação de cansaço, indisposição geral, dores musculares, cabeça pesada, febre, corrimento nasal e dor de garganta. Esse quadro considerado genericamente como gripal, na verdade, corresponde à gripe apenas numa minoria de casos.

Na prática, costumo diferenciar quadros gripais de resfriados comuns perguntando ao doente:
Apesar do mal-estar você consegue ir ao escritório, freqüentar as aulas ou realizar suas tarefas diárias?
No caso dos resfriados, o cansaço e o nariz escorrendo, não impedem os doentes de, com esforço, manter as atividades de rotina. Na gripe, não. Nos quadros gripais, o ele volta para casa e cai de cama. Não tem forças para fazer coisa alguma. Apesar de os sintomas serem semelhantes aos do resfriado, os da gripe são mais intensos, incapacitantes e duradouros.
Tanto a gripe quanto o resfriado são inflamações das vias respiratórias aéreas causadas por vírus. No entanto, a gripe ou influenza é uma doença mais grave, podendo ser fatal se acometer idosos ou pessoas debilitadas.

Resfriado comum

Não é sempre o mesmo vírus que provoca o resfriado. Existem inúmeros tipos diferentes, mas os sintomas são sempre semelhantes e se manifestam quando os vírus ultrapassam o muco protetor que reveste o nariz e a garganta, destruindo as células. Todavia, antes de morrer, elas liberam substâncias químicas que desencadeiam a inflamação e atraem os glóbulos brancos do sangue (leucócitos) para combater os vírus. Por mais surpreendente que pareça, os sintomas familiares do resfriado não são causados diretamente pelo vírus, mas sim pela reação do organismo contra eles.
Ao contrário do que se diz, friagem e umidade não são responsáveis pela ocorrência de resfriados comuns. O problema não é a temperatura baixa, mas o baixo teor de umidade do ar. Esse é o caso do ar condicionado, que muitas vezes seca o ar a ponto de provocar a desidratação do muco protetor da nasofaringe o que permite ao vírus instalar-se mais facilmente.

Recomendações

    · Limite seu contato com pessoas resfriadas;
    · Não toque em objetos manuseados por essas pessoas;
    · Evite levar as mãos ao nariz e depois aos olhos ou à boca;
    · Se estiver resfriado, para assoar o nariz, use lenços de papel descartáveis e jogue-os fora em lugar apropriado;
    · Lave as mãos com freqüência;
    · Mantenha a umidade do ar dos ambientes em níveis adequados;
    · Ingira bastante líquido;
    · Prefira alimentos que contenham vitamina C;
    · Tome banhos quentes de chuveiro, cujo vapor alivia a congestão nasal;
    · Não fume;
    · Esqueça os antibióticos, pois estes combatem as bactérias, e não os vírus dos resfriados;
    · Faça uso da tradicional medicação caseira (chás com limão e mel, por exemplo), se isso lhe trouxer conforto;

Gripe

A gripe é causada pelo vírus Influenza que é altamente contagioso. Para ter-se uma idéia de sua capacidade de contágio, basta dizer que a bordo dos aviões ele pode rodar o mundo inteiro em apenas quatro dias. Em constante mutação, propaga-se com mais rapidez do que os do resfriado comum.
Esse vírus causa infecção das vias respiratórias e pode representar grave perigo para a saúde, não pelo resfriado ou pela gripe em si, mas pelas complicações que dele advêm, como sinusite e pneumonia.
Muitos casos de gripe poderiam ser evitados com a vacinação. Como os idosos são mais sensíveis às complicações da gripe, a vacina é um recurso importante para a prevenção. É aconselhável, também, que crianças e profissionais da área de saúde sejam vacinadas.
A vacina da gripe não garante proteção total, mesmo assim, quem contrair gripe depois de recebê-la, certamente terá uma forma mais benigna da doença. Seus efeitos colaterais, se aparecerem, serão fracos. Algumas pessoas sentem o corpo dolorido e as crianças podem desenvolver um estado febril de baixa intensidade.
A imunização efetiva ocorre cerca de duas semanas após a vacinação, que deve ser efetuada preferivelmente na época das campanhas, pois estas geralmente antecedem os períodos de maior incidência de contaminação.

Recomendações

Dores de cabeça, dores no corpo e febre:

    1) geralmente os resfriados não provocam febre nos adultos, mas a gripe, sim. Banhos prolongados, preferivelmente de imersão, com água morna podem ajudar a reduzir a febre e o desconforto que causa;
    2) mulheres grávidas, pessoas com histórico de úlceras e crianças não devem tomar antitérmicos e analgésicos sem ordem expressa do médico;
    3) beba muito liquido.Com febre a pessoa transpira mais. Essa perda de fluidos do organismo pode causar desidratação. Desidratação grave causa sede, diminui a micção e escurece qualquer urina produzida.

Diarréia:
Esse sintoma da gripe, raro em adultos, é comum nas crianças. O maior risco é a desidratação, portanto assegure-se de que a criança ingira bastante líquido. Bebês devem tomar soro fisiológico feito em casa (1litro de água fervida, 1colher de chá de sal, 1colher de


açúcar) ou adquirido nas farmácias.

Importante: procure o médico imediatamente se os sintomas de gripes e resfriados não desaparecerem em no máximo 10 dias ou na ocorrência de febre alta, tosse intensa, falta de ar, respiração difícil, expectoração marrom ou esverdeada, pescoço rígido, dor forte de cabeça, erupção cutânea, dor de garganta, gânglios inflamados e diarréias em crianças.
Esses sintomas podem sugerir complicações mais graves, como infecções bacterianas, meningites, sinusites e pneumonias.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorA AUTONOMIA ESCOLAR NO CENTRO DO DEBATE
Próximo artigoPERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE GRIPE A (H1N1)

Marcelo é um profissional de Informática interessado em Internet, Programação PHP, Banco de Dados SQL Server e MySQL, Bootstrap, Wordpress. Nos tempos livres escreve nos sites trabalhosescolares.net sobre biografias, trabalhos escolares, provas para concursos e trabalhos escolares em geral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here