HÁBITOS AUDITIVOS DE ADOLESCENTES COM MP3 PLAYER

1046

Autor: Andrea Duran Firmino

Investigar os Hábitos Auditivos de Adolescentes Usuários de Equipamentos Portáteis de Som

Introdução: A Organização Mundial de Saúde considera a poluição sonora como a terceira maior do meio ambiente. O ruído é atualmente um dos maiores problemas de saúde nos Estados Unidos. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA constatou que 12,5% dos adolescentes apresentam entalhe audiométrico por estarem expostos a níveis de pressão sonora elevados (uso de equipamentos sonoros portáteis, danceterias, esportes,etc).

O objetivo deste estudo é investigar os hábitos auditivos de adolescentes, usuários de discman, quanto à intensidade do som, tempo de uso, queixas auditivas.

Material e método: 33 adolescentes , usuários de discman, foram entrevistados e o nível de pressão sonora de seus equipamentos foi medido por meio de um medidor de nível de presão sonora, na escala dB (A), no volume em que habitualmente é utilizado.

Resultados: a faixa de idade do grupo variou de 12 a 18 anos, média de 15,6 , DP de 2,0, moda de 17, utilizando o discman em média por 2 a 3 horas/dia; relatam que a música nesta condição “relaxa”, ” me sinto sozinho comigo mesmo”, “dá prazer em curtir a música alta”; comentam que se a música está muito alta, quando desligam o equipamento: “sinto alívio”, “continuo cantando”,”fico elétrico”, “meu ouvido fica com barulho”.Em relação ao conhecimento sobre os riscos comentam que sabem que “faz mal ao ouvido”, pode causar dificuldades para ouvir”. A medida da intensidade de saída ,usada por eles, nos equipamentos, mostrou valor médio de 63,5 com DP de 9,9, moda de 62 dB(A).

Conclusão: Apesar do nível de pressão sonora não parecer tão intenso, as queixas auditivas apresentadas, sugerem que o hábito de usar equipamentos portáteis de som pode ser prejudicial à saúde auditiva.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA