LIVROS QUE MOSTRAM COMO EDUCAR OS FILHOS

0
2402
DICAS PARA ANALISAR, COMPREENDER, E INTERPRETAR TEXTOS


“Crianças e Adolescentes Seguros” trata dos riscos a que crianças e adolescentes são submetidos diariamente no ambiente em que vivem. O livro traz textos assinados por 45 especialistas reunidos pela Sociedade Brasileira da Pediatria sobre como manter a casa segura, afastar jovens das drogas e do álcool e enfrentar o bullying nas escolas e vários outros temas que preocupam os pais.


“Como Educar Meu Filho?” da psicóloga Rosely Sayão, traz textos da colunista da Folha com respostas às pergunlidade. Sayão foge das regras fáceis e fórmulas preconcebidas para, em estilo vigoroso e questionador, mostrar aos pais que não é tão difícil compreender o universo do filho.


“Como Não Ser Uma Mãe Perfeita” de Libby Purves, alia diversão e informação. O livro fala das dificuldades práticas e dos prazeres de ser mãe, traz informação valiosa sobre como lidar com crianças na hora do banho, evitar o ciúme entre irmãos e ficar inteira depois de um dia de dupla jornada. Dividido em dez capítulos, o volume desde a gravidez até a idade escolar das crianças. A autora, mãe de seu primeiro filho aos 32 anos, usa sua experiência como pano de fundo para essa divertida descrição de seu cotidiano. É um manual de dicas práticas e bom-humor para mulheres que cuidam de seus filhos pequenos.


“”Como Não Criar um Filho Perfeito” também da autora Libby Purves, fala dos sonhos de uma mãe de criar um filho obediente e prestativo, transformados, na prática, na tarefa de lidar diariamente com choros, birras e manhas.
A autora analisa as recompensas e dificuldades que os pais precisam enfrentar, reconhecendo suas falhas. O guia traz conselhos realistas para ajudar as mães a relaxar e parar de querer crianças que façam tudo direitinho e com hora marcada. São abordadas situações como as mudanças que ocorrem com os pequenos depois dos 3 anos de idade e doenças típicas infantis.


“Mãe é Mãe” de Judith Brito, é uma leitura deliciosa e divertida, em que a autora descreve sua experiência de ser mãe pela primeira vez aos 23 anos e novamente aos 43 anos. Ela discorre sobre os diferentes contextos políticos, históricos e pessoais de cada época. O livro fala de educação, trabalho e choque de gerações por meio de experiências vividas pela autora, problemas cotidianos da mulher moderna, dividida entre o cuidado dos filhos e a profissão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here