Ponto de Fusão

625

Autoria: Paulo Pennaforte Vieira

Ponto de fusão é a temperatura na qual ocorre a mudança do estado sólido para o estado líquido. Para se determinar o ponto de fusão de algumas substâncias, utiliza-se a técnica do tubo de Thielle.

As substâncias puras fundem-se a uma temperatura constante. Já as impuras (misturas) não apresentam um único ponto de fusão definido e, sim, uma faixa de fusão, que será tanto maior quanto mais impurezas contiverem as substâncias.

Dependendo do aparelho o aquecimento pode ser feito eletricamente ou através de banho. Há vários líquidos que podem ser utilizados como banho de aquecimento e, neste caso, o líquido escolhido depende do sólido a ser fundido.

A tabela abaixo mostra os líquidos mais comumente utilizados como banho. Os valores dos pontos de fusão encontrado na tabela abaixo, foram determinados à pressão de 1 atm (760 mmHg).

Líquidos de Banho
Ponto Fusão Líquido (ºC)
Ponto Ebulição Líquido (ºC)
Usado p/ Medir Ponto Fusão até (ºC)

Água
0
100
95

Glicerina
17,5
290
150

Ácido Sulfúrico
10
295
220

Óleo de Parafina
16
287,5
250

Apesar de existir vários aparelhos para se determinar o ponto de fusão das substâncias, o processo é sempre o mesmo: aquecimento da amostra e verificação da temperatura de fusão, através do termômetro.

Para se determinar o ponto de fusão do Naftaleno, por exemplo, utilizando a técnica do tubo de Thielle, procederíamos da seguinte forma:

Pulverizar uma pequena porção de Naftaleno em um almofariz.

Fechar uma das extremidades do capilar no bico de Bunsen.

Introduzir o Naftaleno no capilar, compactando-o. Proceder a compactação da amostra, deixando o capilar cair por uma vareta de vidro. Esta operação deverá ser repetida tantas vezes quantas forem necessárias, para que se tenha compactado, no capilar, aproximadamente 1 cm da substância.

Prender, através de anel de látex, o capilar ao termômetro, de tal forma que a parte que contém a amostra fique junto ao bulbo do mesmo.

Montar a aparelhagem, utilizando como banho Glicerina.

Aquecer o tubo de Thielle lentamente, deslizando a chama sobre a parte lateral inferior do mesmo.

Observar cuidadosamente até o ponto de fusão e anotá-lo.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA