19.4 C
Sorocaba
sábado, dezembro 4, 2021

Ciclo das Rochas

Autoria: Vanessa Veríssimo

O Ciclo das Rochas inicia-se com a destruição das rochas da superfície pela ação dos agentes externos, como o intemperismo e a erosão ou a aglutinação de ambos. O intemperismo é o processo de degradação das rochas, acontece quando expostas à atmosfera sofrem um ataque erosivo, provocado pelo clima, que pode modificar o seu aspecto físico ou a sua composição mineralógica. A erosão é o processo de desgaste mecânico, operado pelas águas correntes, pelo vento, pelo movimento das geleiras e pelos mares.

Os produtos resultantes da destruição são transportados por diversos fluidos, passando a circular sobre a superfície terrestre por ação do calor solar e pela gravidade.

Quando cessa a energia que os fazem circular, eles depositam-se nas regiões mais baixas, formando então as rochas sedimentares.

Com o passar do tempo as rochas sedimentares são sepultadas a grandes profundidades, sofrendo conseqüentemente o efeito do calor terrestre e se tornando cada vez mais duras.

Nos níveis mais profundos, cerca de 10 a 30 km, a temperatura e a pressão são maiores, acontecendo a transformação em rochas metamórficas.

A temperatura continua aumentando cada vez mais, ocorre a fusão e ela se transforma em rocha ígnea.

Devido a ação do movimento do manto, ocorre o processo de levantamento dessa rocha ígnea, cada vez mais, ela tende a subir a níveis superiores.

Após milhões de anos, finalmente a rocha chega a superfície terrestre e novamente começa a sofrer a ação dos agentes externos, reiniciando assim o ciclo.

Conceitos de Geologia

Geologia: ge, significa terra, e logos, palavra, pensamento, ciência.

Geologia, como ciência, procura decifrar a história geral da Terra, desde o momento em que se formaram as rochas até o presente. Um conjunto de fenômenos físicos, químicos, físico-químicos e biológicos compõe o seu complexo histórico.

A Geologia Geral ou Dinâmica é o estudo da composição, da estrutura e dos fenômenos genéticos formadores da crosta terrestre, assim como do conjunto geral de fenômenos que agem não somente sobre a superfície, como também em todo o interior do nosso planeta.

A Geologia Histórica estuda e procura datar cronologicamente a evolução geral, as modificações estruturais, geográficas e biológicas ocorridas na história da Terra. A seqüência e a cronologia dos acontecimentos é evidenciada pelo estudo da estratigrafia.

A Geologia Ambiental consiste no estudo dos problemas geológicos decorrentes da relação que existe entre o homem e a superfície terrestre, assunto cuja importância vem crescendo dia a dia nestes últimos anos.

A Terra

Forma: a Terra é aproximadamente um elipsóide de rotação com diâmetro equatorial de 12.756.776 metros e com diâmetro polar de 12.713.824 metros.

Densidade: Determinando-se diretamente a densidade das rochas que ocorrem com maior freqüência na crosta terrestre, acha-se um valor médio de 2,76. No entanto, medindo-se a densidade global da Terra, achou-se um valor médio de 5,527.

Volume: Graças à observação da sombra da Terra sobre a Lua, nas ocasiões de eclipse, os antigos gregos já sabiam da forma esférica do nosso planeta. Com base neste conhecimento o volume da Terra pode ser calculado há mais de 2.000 anos, o que foi feito por Eratóstenes.

Outros trabalhos relacionados

OS EQUINODERMOS

1. Apresentação Alguns dos mais conhecidos habitantes dos oceanos, como as estrelas-do-mar, as bolachas-da-praia e os ouriços-do-mar, pertencem ao filo Echinodermata (do grego echinos, espinhos,...

O Que é Clonagem

Autoria: André Souza Santos A clonagem, é a cópia, ou duplicação de células ou de embriões a partir de um ser já adulto. As cópias...

CO2 na Atmosfera

Autoria: Fabrício Fernandes Pinheiro A demanda de energia - eletricidade, gás e combustíveis necessários para operar todas as ferramentas da civilização moderna - em países...

PLANTAS VENENOSAS

Plantas Venenosas Dá para citar pelo menos uma dezena de plantas mortais, com toxinas venenosas que podem matar quem entrar em contato com elas. Mas...