terça-feira, junho 22, 2021

Mercosul

Histórico de Integração na América do Sul

Primeiro passo para integração em nosso continente se deu com a chamada ALALC (Associação Latina Americana de Livre Comércio), criada em 1960 com a assinatura do tratado de Montevidéu, vários Estados aderiram à criação de uma área de livre comércio, porém em 1967 os Estados estipularam que seria necessário a criação de um mercado comum nos próximos 15 anos, mas não obtiveram êxito, porque teve na América Latina a fase dos Governos Ditatoriais em vários países, e acabou travando com os objetivos traçados para o continente.

Em 1980 foi criado também em Montevidéu tratado que substituiu a ALALC, foi o chamado ALADI (Associação Latino Americano de Integração), vários Estados aderiram, pois tinham o objetivo de criar um mercado comum, porém o continente passou por uma grave crise, não mais política, e sim econômica, como inflação, mas a ALADI ainda existe.

TRATADO CONSTITUTIVO DO MERCOSUL

Em 1988 o Brasil e a Argentina celebraram um tratado de integração, cooperação e desenvolvimento.

Em 1990 os presidentes de ambos os Estados se comprometeram a criar um mercado comum até 1994, assinado em 21/03/1991, entrando em vigor em 21/09/1991, o tratado de Assunção que os Estados acabaram aderindo e assim criando o Mercosul, são eles Paraguai, Brasil, Argentina e Uruguai, são os membros constitutivos, os associados são Chile, Venezuela, e Bolívia.

As adesões são gradativas, não ingressam do jeito que está, eles podem participar das reuniões, mas seus votos não tem tanto peso quanto o dos outros Estados.

  • Protocolo de Brasília – é um anexo do tratado de Assunção, tem a função de regular os conflitos .
  • Protocolo de Ouro Preto de 17/12/1994 – é também um anexo que criou outros órgãos para o Mercosul.
  • Protocolo de Olivos de 19/02/2002 – cria o Tribunal Permanente para o Mercosul.
  • Protocolo de Lãs Lenãs– sobre cooperação judiciária.

Sistema de Solução de Conflitos no Mercosul

Regulamentado pelo protocolo de Brasília.

A solução dos conflitos se solucionada através de arbitragem só que está é diferente de qualquer outra modalidade de arbitragem, porque aceita a revisão da decisão através de recurso para o tribunal.

Órgãos do Mercosul

O tratado de Assunção – cria o MERCOSUL, tinha que estar implementado até 1994, mas isso não aconteceu, então para não invalidar o tratado eles criaram o anexo de Ouro Preto que declarou que o MERCOSUL é uma organização de direito internacional, se não tivesse esse anexo o MERCOSUL estaria acabado.

I – CONSELHO DO MERCADO COMUM – é órgão político, se manifesta por meio de decisões, são órgãos intergovernamentais.

Responsável pela integração política do processo de integração, suas decisões tem como finalidade o cumprimento dos objetivos do MERCOSUL, participam os Ministros das Relações Exteriores e ministros da Fazenda.

Conselho tem presidências rotativas, escolhidas por ordem alfabética.

II – GRUPO MERCADO COMUM – é o órgão executivo cada Estado manda quatro especialistas, sua decisões são chamadas de resoluções, para aprovação é necessário o consenso.

III- COMISSÃO DE COMÉRCIO DO MERCOSUL – se manifesta por meio e diretrizes , é acessória do grupo mercado comum, se encarrega da união aduaneira, TEC, das listas de exceções.

São esses os principais órgãos do MERCOSUL, mas existem outros.

O MERCOSUL não tem sede, o que existe é a secretaria em Montevidéu.

Todas as decisões, resoluções e diretrizes tem incorporação obrigatória, entram em vigor 30 dias após o depósito da última carta de ratificação.

Artigo anteriorTratados
Próximo artigoOrganização de Troca no Mundo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

CORONAVÍRUS

Origem da Crise Econômica

Recent Comments

Nilson Ribeiro on O QUE É ENGENHARIA CIVIL?
PABLO DA SILVA BARBOZA on FILOSOFOS BRASILEIROS
Ligeirinho Resolve on Tese Globalização
Susana Mesquita on Tese Globalização
Cátia Regina de Aquino Santos on Tratamento Multiprofissional à Terceira Idade
Kesia Oliveira do Nascimento on SUBSTANTIVOS
Ludymila Helena Arraujo Lima on DEPRESSÃO
TIAGO NERY on FILOSOFOS BRASILEIROS
TIAGO NERY on FILOSOFOS BRASILEIROS
TIAGO NERY on FILOSOFOS BRASILEIROS
Fernando on FILOSOFOS BRASILEIROS
fernando monteiro on FILOSOFOS BRASILEIROS
fernando monteiro on FILOSOFOS BRASILEIROS
fernando monteiro on FILOSOFOS BRASILEIROS
Guilherme on Hidrocarbonetos
Ernani Júnior Silva on FILOSOFOS BRASILEIROS
Flavio Musa de Freitas Guimarães on FILOSOFOS BRASILEIROS
Flavio Musa de Freitas Guimarães on FILOSOFOS BRASILEIROS
Isabella on SUBSTANTIVOS
Anonimo on Adjetivos
ALVARO on SURDEZ SÚBITA
CARIMBO DA CONFUSÃO on FILOSOFOS BRASILEIROS
socorro andrade on DINÂMICA DO SORRISO
Alessandra Martins on RESUMO DO FILME FLORENCE NIGHTINGALE
Sibely on VIRUS E BACTÉRIAS
Paula on Sistema Nervoso
Samuel Delgado Pinheiro on FILOSOFOS BRASILEIROS
Jamal Mussa Muroto on DIVISÃO CELULAR
Guilherme on FILOSOFOS BRASILEIROS
Camila on SISTEMA DIGESTIVO
Hadouken on FILOSOFOS BRASILEIROS
Josimeire dos Angelos on RESUMO DO FILME FLORENCE NIGHTINGALE
ONEIDE abreu on REANIMAÇÃO CARDIOPULMONAR
José Caixeta Júnior on FILOSOFOS BRASILEIROS
GILVALDO DIAS GUERRA on COMO SURGIU O DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA
ronald on CONSCIÊNCIA NEGRA
SÉRGIO LEONARDO TRINDADE on FILOSOFOS BRASILEIROS
ELIZABETH on FILOSOFOS BRASILEIROS
ELIZABETH on FILOSOFOS BRASILEIROS
Reginaldo Coveiro on FILOSOFOS BRASILEIROS
julieny kettylen on Obesidade
gabrielle barreto de oliveira on DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO
suzana stvens on CORRUPÇÃO NO BRASIL
Kauã Liecheski on Tratamento do Lixo
Ligeirinho Resolve on OLIMPIADAS
Ligeirinho Resolve on A FUNÇÃO SOCIAL DA ESCRITA
kamilly on Jogos Olimpicos
Marcelo Cardoso on MILITÂNCIA JOVEM
Isabella on MILITÂNCIA JOVEM
Maria Conceição Amorim on A IDENTIDADE E CULTURA DA BAHIA
Maria Conceição Amorim on FOLCLORE BRASILEIRO
Emerson Davi on CORRUPÇÃO NO BRASIL
Maria dos Reis on COMO FAZER UM TRABALHO ESCOLAR