Concordancia Nominal

0
1945
DICAS PARA ANALISAR, COMPREENDER, E INTERPRETAR TEXTOS

É a concordância estabelecida entre um nome (substantivo ou palavras com valor de substantivo) e as palavras a ele relacionadas: adjetivo (artigos, numerais, pronomes adjetivos e particípios). Geralmente o substantivo funciona como núcleo de um termo da oração, e o adjetivo, como adjunto adnominal.
Veja este primeiro exemplo:

O meu cachorro é bravo.
Art. Pron. Subst. V.de lig. Predicat.

Imediatamente percebemosque o artigo e do adjetivo concordam em número (singular/plural) e gênero (masculino/feminino) com o substantivo.

A minha gata é manso.
Art Pron.Subst V.de lig. Predicat.

Temos um sujeito (a minha gata) cujo núcleo é o substantivo (gata) modificado por adjuntos adnominais (os artigos a, o pronome possessivo minha que concorda com o substantivo), o núcleo do predicado nominal é o adjetivo mansa que funciona como predicativo do sujeito.

Ex: Os meus dois cachorros são bravos.

As minhas duas gatas são mansas.

REGRA GERAL

O adjetivo, o particípio, o pronome adjetivo, o numeral e o artigo concordam em gênero e número com o nome (substantivo ou pronome substantivo) a que se referem.

As praias parecem desertas.

2) REGRAS ESPECIAIS.

A concordância entre o adjetivo e o substantivo só apresenta problemas quando o adjetivo se relaciona a mais de substantivo. Nesses casos, a primeira regra era é a da clareza, evitando-se especialmente as ambigüidades (às vezes, ficamos sem saber se o adjetivo refere-se a apenas um dos substantivos ou aos dois), a segunda regra é a da eufonia a (isto é, som agradável), que fica por conta do estilo.

a) QUANTO AO GÊNERO…

O ADJETIVO SERÁ:

MASCULINO + MASCULINO = MASCULINO PLURAL
Pai e filho amorosos

FEMININO + FEMININO = FEMININO PLURAL
Mãe e filha amorosas

MASCULINO + FEMININO = MASCULINO PLURAL
Pai e mãe carinhosos

b) Quanto ao número, o adjetivo irá para o plural ou concordará com o número do substantivo mais próximo:

O sentimento de posse gerou um amor e um ciúme doentios. OU:

O sentimento de posse gerou um amor e um ciúme doentio.

c) Quando o adjetivo vem antes dos substantivos, em geral, o adjetivo concorda com o substantivo mais próximo:

Percorreu tortuosos caminhos e veredas. OU:

Percorreu tortuosas veredas e caminhos.

No caso de substantivos de números diferentes, para maior clareza convém repetir o adjetivo:

Percorreu tortuosas veredas e tortuoso caminho.

Se o substantivo forem nomes próprios, o adjetivo irá para o plural, também em nome da clareza:

As meigas Mariana e Cris.

d) As expressões é proibido, é necessário, é bom, etc, essas expressões formadas por um verbo mais um adjetivo, ficam invariáveis se o substantivo a que se referem tem sentido genérico (portanto não precedido de artigo), mas se o substantivo estiver determinado pôr um artigo ou um pronome, a expressão inteira deve concordar com o substantivo:

Entrada proibida.Cerveja boa.

A entrada é proibida.Cerveja gelada é boa.

Entrada é proibido.Cerveja é bom.

Atenção necessária.

A atenção é necessária.

Atenção é necessário.

e) Meio;meia: quando essas palavras exercem a função de numeral. Apresentam a mesma concordância do adjetivo, já o advérbio de intensidade meio é invariável:

Comprou meio quilo de arroz.

Comprou meia dúzia de laranjas.

Estou meio cansada.

f) Bastante/caro/barato/longe, essas palavras podem exercer função de adjetivo, portanto fazem a concordância normal dos adjetivos; ou de advérbio, nesse caso são invariáveis:

Há provas bastantes para condenar o acusado. (bastantes= adjetivo).

Esse problema de Matemática está bastante complicado. (bastante= advérbio, equivalente a muito; invariável).

Comprei alguns livros caros e uma mochila barata. (caros/barata=adjetivos).

Esses livros custam caro. A mochila custa barato. (caro/barato=advérbios).

“Levai-me a esses longes verdes, cavalos de vento!” (longes=adjetivo)

Estamos ficando longe da margem do rio. Longe=advérbio).

g) Só/sós/a sós, a palavra só, quando equivale a somente, não varia. Quando equivale a sozinho(s), sozinha(s), varia. A expressão a sós(= sem mais ninguém) é invariável.

Só esse rapaz não trabalhou.

Só esses rapazes não trabalharam.

Ele ficou só (so (sozinho) naquela casa imensa.

Elas ficaram sós (=sozinhas) naquela casa imensa.

Ela queria ficar a sós.

Eles queriam ficar a a sós.

h) Anexo, é adjetivo e concorda normalmente com os substantivo a que se refere.

Anexos à carta, vão os convites.

Visitei a biblioteca anexa ao prédio.

i) Obrigado, com expressão de cortesia, o adjetivo obrigado concorda com a pessoa que faz o agradecimento.

– Muito obrigado, disse o rapaaz.

– Muito obrigado, disse a moça.

Se for usado como substantivo, permanece sempre no masculino singular.

Ela disse: O meu obrigado a todos.

j) Mesmo/próprio, concordam normalmente com o substantivo ou pronome a que se referem:

Eles mesmos prepararam a festa.

Eles próprios organizaram tudo.

Ela mesma montou a exposição

Ele próprio fez a limpeza da sala.

Mesmo fica invariável quando equivale a até, realmente, de falto:

Elas chegaram mesmo a ofender o professor.

Eles fizeram mesmo o que tinham prometido.

Esses dois sujeitos são mesmo ladrões.

k)Quite(s), quite significa “desobrigado, livre de dívida ou compromisso”. É adjetivo e concorda em número com a palavra a que se refere:

Ele está quite com o serviço militar.

Nós estamos quites com o serviço militar.

EXERCÍCIOS

Reescreva as frases substituindo as palavras destacadas pelas que estão entre parênteses. Faça as alterações necessárias nos outros elementos.

a)Foi explicado, na última reunião, o projeto de reurbanização da praça. (planos)

b) Foi muito comentado pelos jornais o desempenho dos jogadores da seleção. Dedicação e garra).

c) Nesses filmes ficou registrada, para as gerações futuras, genialidade desse artista. (talento e criatividade).

d)Totalmente dedicado às crianças, esse homem comoveu o país com sua coragem e determinação. (mulher).

e) Foi muito elogiado pelo professor o aluno que organizou essa exposição. (crianças).

……………………… ……………………… ………………………

Complete as lacunas com os adjetivos indicados entre parênteses, flexionando-os adequadamente:

a)Acho………………………essas hipóteses. (Absurdo)

b)Tenho por ele……………………….admiração e respeito.(profundo).

c)Nesse pacote vão ………………………….algumas duplicatas. (anexo).

d)É …………………………… calma para fazer esse serviço. (necessário).

e)Não deixe………………………….as portas da sala. (aberto).

f)A pesca é ……………………………… nesse lago. (proibido).

Escreva certo (c) ou errado (e) nas frases a seguir, considerando a concordância das palavras destacadas.

a)( ) Elas estavam meia nervosas ontem.

b)( ) Temos motivos bastantes para pedir sua demissão.

c)( ) É necessário força de vontade para vencer na vida.

d)( ) Seguem inclusa a carta e a procuração.

e)( ) Aqueles livros devem ter custado caros.

f) ( ) A lista de oferta vai anexa aos produtos.

Preencha as lacunas com uma das formas indicadas entre parênteses.

a) Estou ………………………com todos vocês. (quite/quites).

b) Eles estavam ……………………., no meio daquela floresta escura. (só/sós).

c) As alunas ……………………… querem decidir com será a festa. (mesmo/mesma).

d)Por favor, sirva-me …………………xícara de café. (meia/meio).

e) Acho que os pais…………………….. desejam o bem dos filhos. (só/sós).

f) Nunca use……………………… palavras para defender sua posição. (meia/meias).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here