DICAS PARA ANALISAR, COMPREENDER, E INTERPRETAR TEXTOS
HashFlare

Situação Geográfica: O Timor Leste é uma nação situado numa pequena ilha ao norte da Austrália. Seu território tem 18899 km2, pouco superior ao do Kwait com 17.818 km2 . A população atual é de cerca de 900.000 habitantes. A agricultura e a exploração florestal são as principais atividades econômicas. Existem ricas reservas de gás natural. Havendo também no Mar de Timor, situado entre o Timor Leste e a Austrália, reservas petroliferas consideradas entre as vinte maiores do mundo.

Breve Histórico: Aproximadamente em 1515, portugueses desembarcam em suas terras, habitadas até então por povos indigenas. No século XVII, a parte oeste da ilha foi ocupada por holandeses. Após a Segunda Guerra Mundial, a Indonésia reivindica e assume o controle do Timor Oeste. Até 1974, Portugal manteve seu domínio sob o leste. Com a Revolução dos Cravos, o governo de esquerda desmantela o que ainda existia do império colonial português. A independência, em 28 de novembro de 1975, foi declarada pela Frente Revolucionária pela Independência do Timor Leste (FRETILIN) que assume o controle do pais. Apenas 10 dias depois, a Indonésia invade o território maubolês O ataque teve o apoio tácito de Gerald Ford, presidente dos EUA. O presidente indonésio Suharto declarara que a FRETILIN era comunista e que ele não toleraria uma nova Cuba em sua área de influência.

Um País Massacrado: A presença de tropas indonésias no território timolés tem representado constantes desrespeitos aos direitos humanos. Assassinatos em massa – 200.000 pessoas foram mortas desde a chegada das forças indonésias, quase um terço da população – prisões arbitrárias, torturas e censura total á imprensa fazem parte do cotidiano do país. O desconhecimento desta realidade tem permitido que a brutalidade seja largamente desconsiderada pela opinião pública mundial.

A atenção para os fatos no Timor Leste cresceu em 1946 quando o lider exilado José Ramos-Horta e o bispo católico Carlos Ximenes Belo receberam o Prêmio Nobel da Paz por suas ações em defesa da liberdade e em apoio a população oprimida. Nos anos seguintes, a Comissão de Direitos Humanos da ONU apresentou 10 menções de censura à Indonésia que é considerado o pais que mais promove violações dos direito humanos no mundo.” A Comissão sensibilizou-se especialmente com as cenas de um vídeo contrabandeado por Ramos-Horta. Imagens de homens pregados pelos pulsos em tábuas na prisão, habitantes torturados com choques elétricos e adolescentes amarrados em árvores: surrados com pás; são algumas das atrocidades documentadas na fita.
O Prêmio Nobel disse procurar “ser a voz dos que não tem voz, dessa maioria silenciosa”.

Outros acontecimentos importantes citados pela organização foram: a indicação de um representante especial das Nações Unidas para o Timor Leste e a iniciativa do sul africano Nelson Mandela sobre o território. O documento descreveu como dramática a situação atual dos direitos humanos. Mencionou a constante perseguição de direitos políticos, problemas de trabalho e intimidação a organizações não governamentais. Testemunho de jornalistas e ativistas de direitos humanos, que entram no pais como turistas, expressam também a grave situação em Timor. A policia suspeita de todo visitante estrangeiro. Dizem: “Turismo é em Bali ou Flores, aqui não há nada para se ver”.

A permanência do regime de Suharto no poder após as eleições de maio de 97 tornaram a situação ainda mais tensa. A demonstração de força militar é freqüente. O aniversario do massacre de Santa Cruz, ocorrido em Dili, principal cidade de Timor Leste no dia 12 de novembro de 1991, quando 250 manifestantes pacíficos foram mortos pelas forças indonésias, é marcado por ações de resistência e por novos crimes. Em novembro passado, um ataque á universidade resultou em estudantes baleados e outros desaparecidos.

O desrespeito a vida e a liberdade em Timor Leste é um dos fatos mais lamentáveis do período Pôs Guerra Fria. Colaboram com esta vergonha para a humanidade o contínuo apoio dos EUA, que abastece com armas a Indonésia, e de outros paises ocidentais que não tem sido enérgicos para a mudança da situação. Basta de atrocidades: VIVA O TIMOR LIVRE E DEMOCRÁTICO!

Situacão Econômica: Hoje, menos de 5% da população humana ainda vive como os habitantes do Timor Oriental, que são auto-suficentes e sobrevivem fora do sistema global. Antes da invasão da Indonésia, em 1975, a maior parte da população morava em aldeias. As crianças cresciam em um ambiente seguro e protegido. O Timor Leste possui ricas reservas de petróleo. Os principais produtos de exportação são: café, o sândalo e outras madeiras, o cacau, o copra, o tabaco, a cera e o mel. A principal importação é de álcool, arroz, tecidos de algodão, tecidos de lã, vinhos portugueses e artigos de metal.

Propostas de Solucões e Atualidades: Com o enfraquecimento político de Suharto e com a opinião pública internacional voltada para a Indonésia, crescem as possibilidades de libertação e independência do Timor Leste. Atualmente Brasil e Portugal fazem coro na defesa da autodeterminação do povo timorense. Entre as inúmeras ONGs que defendem a liberdade do Timor Leste, temos o Movimento Unindo as Américas pelo Timor que está arrecadando assinaturas para enviar ao Primeiro-ministro do Canadá, pedindo que ele interceda junto ao G7 (Grupo dos Sete paises mais ricos do mundo) em favor do povo timorense.

Bibliografia:

MAGALHÂES, A. Barbedo de, Timor Leste _ Ocupação lnaonésia e Genocídio, Reitoria Universidade do Podo, Portugal, 1992.
Folha de São Paulo, 01/05/98, pp. 1-10; /17/05/98, pp.1-3; /13/06/98, pp. 1-9;/ 23/08/98, pp. 1-15 / 19/09/98, pp. 1-12; /
Jornal do Brasil, 06/08/98, pp. 13; /19/07/98, pp. 18;
Gazeta Mercantil, 21/05/98, pp. A-16; 24/05/98, pp. A-14; 29/05/98, pp. A-iS; / 08/06/98, pp.A-2; O Globo, 17/05/98, pp. 52
lnternet:
http: //cogeae. pucsp.br
http://www.min.nestrangeiros.pt
http://www.ornet.com.br http: //brnet.com.br
http://www2.amazonet.com.br

COMPARTILHAR
Artigo anteriorVALORAÇÃO ADUANEIRA
Próximo artigoSECEX – SECRETARIA DE COMÉRCIO EXTERIOR

Marcelo é um profissional de Informática interessado em Internet, Programação PHP, Banco de Dados SQL Server e MySQL, Bootstrap, Wordpress. Nos tempos livres escreve nos sites trabalhosescolares.net sobre biografias, trabalhos escolares, provas para concursos e trabalhos escolares em geral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here