15.1 C
Sorocaba
quarta-feira, outubro 20, 2021

AFASIA

Autor: Evelise Aline Soares

Introdução

É um comprometimento verbal em nível lingüistico. Isto implica em distúrbios de vocabulário ou expressões verbais ou de problemas quanto a compreensão de linguagem.

A afasia possui as mesmas etiologias da disartria, a maior causa o AVCI ou AVCH, que compromete as áreas corticais relacionadas com a linguagem.

O processo fásico está vinculado ao processo de aquisição de linguagem de linguagem, processos este que de compreensão, formulação e associação de idéias.

Etiologia:

Problemas cardiovasculares (AVE/AVC);
Neoplasmas;
Causam compõe são do cérebro;
Aumento de tamanho;
Rompem vasos sangüíneo adjacentes;
Trauma craniano;
A linguagem verbal é um fenômeno complexo do qual participam áreas corticais e subcorticais (fora do córtex), mas o córtex cerebral tem papel mais importante. Admite-se duas áreas corticais relacionadas com a linguagem, que são as seguintes :

Área de Broca – é anterior e corresponde a área 45 de Brodmann e está relacionada com a expressão da fala. Lesões desta área pode levar a uma quadro denominado afasia motora, de expressão ou de Broca onde o indivíduo é capaz de compreender a linguagem escrita ou falada, porem não consegue expressar adequadamente, falando ou escrevendo.
Área de Wernicke – é posterior correspondendo a área 22 de Brodmann e esta relacionada com a percepção da linguagem. Lesões desta área pode causar afasia sensitiva, de compreensão ou de Wernicke onde o indivíduo não é capaz compreender a fala ou escrita, não consegue compreender nem mesmo o que fala.

Classificação das AFASIAS

A afasia pode ser classificada de inúmeras formas, o que notamos com base na literatura, porém as mais comuns na prática clínica são três: Afasia de Broca ou expressão, afasia de recepção ou de Wernicke e a Afasia mista.

1 – AFASIA DE BROCA OU DE EXPRESSÃO OU MOTORA (NÃO FLUENTE) – Nesta forma de afasia não há defeitos na percepção da palavra falada ou escrita. O que mais caracteriza esta afasia é a capacidade que o paciente tem de reconhecer os erros que ocorrem durante a própria expressão, chegando a até ficar irritado com a situação, procura corrigi-lo mas o faz de maneira inadequada.

O vocabulário geralmente é limitado, alguns paciente dispõem-se de muitas poucas palavra, que são utilizadas esteriotipadamente sem qualquer nexo ou situação.

Na afasia de expressão notamos claramente empregos automáticos e voluntários da linguagem. Come feito, observa-se que estes pacientes são freqüentemente capazes de utilizar certas expressões automáticas – interjeição, expressões religiosas ou palavras calão – em flagrantes constantes com escassez de vocabulário, permanece o vocabulário que o paciente está acostumado.

Observa-se também nestes pacientes as Parafasias literais, ou seja, utilização de palavras adequadas pronunciadas de maneiras incorretas.

O paciente faz uso de soluções facilitantes, uma simplificação das palavras, de maneira semelhante aquela da criança quando está aprendendo a fala.

Nota-se uma diminuição no impulso de falar, pois o paciente fica com medo de cometer os erros na sua fala.

A escrita também está perturbada. Alguns pacientes são capazes de copiar, não somente a copia servil, como também mudando a letra de impressa para cursiva. Sob o ditado a escrita bastante imperfeita, o que é mais evidente na escrita espontânea, esta fica limitada a expressões esporádicas, que algumas vezes podem ser corretas.

A compreensão dos textos lidos é preservada.

Em geral a afasia de expressão possui as seguintes sinais :

Compreensão melhor da fala;
Produção verbal reduzida;
Dificuldade em solucionar palavras;
Anomia;
Omissão de palavras;
Esforço para dizer algo, eliminando palavras funcionais como artigos e conjunções;
Fala telegráfica;
Prosódia ausente;
Esteriotipias;
Parafasias fonéticas e semânticas;

2 – AFASIA DE WERNICKE OU DE COMPREENSÃO OU SENSITIVA (FLUENTE) – Esta afasia caracteriza-se pela dificuldade que o paciente tem em compreender o que vê ou lê, bem como perceber o próprio erro.

Algumas vezes a incapacidade é total então a fala torna-se inconsolável, de tal maneira desligada do interlocutor.

Ao contrário do afásico de expressão, este paciente fala muito e não percebe os erros cometidos. Uma pergunta que pode ser respondida com poucas palavras, tais pacientes expõem longas respostas, que são cheias de esteriotipias, repetições de palavras e incoerências. Observa-se parafasias verbais, embora satisfatoriamente articuladas, sem dissociação fonética.

A leitura é muito perturbada. Algumas vezes o paciente consegue entender palavras isoladas do texto que lhe é oferecido, e tenta adivinhar o sentido do restante.

A escrita é em grande parte quase totalmente inteligível.

Em geral a afasia de compreensão possui as seguintes sinais :

Perseveração de idéias
Neologismo;
Falta de compreensão da linguagem verbal e escrita;
Pobreza de discurso ou ausência de clareza;
Jargões;
Boa articulação das palavras produzida;
Circunlóquio;

3 – AFASIA MISTAS – teremos as características tanto da afasia de Broca quanto da de Wernicke, ou seja, ambas as áreas de linguagem foram lesadas.

Referência:

CAUDRY, M.J.H. Diário de Narciso. São Paulo: Martins Pontes, 1988.

LAMÔNIA, D. A. C.; PEREIRA, A C. M. M; & FERREIRA, G. C. Conversando sobre afasia: Guia familiar. Boletim Cultural USC, 2000.

ROWLAND, L.P. Tratado de Neurologia. 7º ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1986.

Outros trabalhos relacionados

AFONIA

A Afonia corresponde à perda parcial ou total da voz devido a histeria ou alterações da laringe (inflamações ou tumores, por exemplo). Afonia significa...

AMAMENTAÇÃO

Autor: Joyce dos Santos Porcino A fonoaudiologia atuando diretamente nesta área. A amamentação é de fundamental importância para o recém-nascido. Além de estabelecer um vínculo entre...

A Linguagem no Deficiente Mental

Autor: Debora Chagas dos Santos INTRODUÇÃO Apesar de podermos nos comunicar de muitas e variadas formas, é através da linguagem falada e escrita que geralmente o...

Gagueira

Autor: Renata Leuzzi Fala Normal Na fala normal, na qual ocorre na maioria dos casos à pessoa não tem nenhum problema que a comprometa pois uma...