19.4 C
Sorocaba
quinta-feira, setembro 16, 2021

DIABETES TIPO 2

Sabe-se que o diabetes do tipo 2 possui um fator hereditário maior do que a diabetes tipo 1. Além disso, há uma grande relação com a obesidade e o sedentarismo. Estima-se que 60% a 90% dos portadores da doença sejam obesos. A incidência é maior após os 40 anos.

Uma de suas peculiaridades é a contínua produção de insulina pelo pâncreas. O problema está na incapacidade de absorção das células musculares e adiposas. Por muitas razões, suas células não conseguem metabolizar a glicose suficiente da corrente sangüínea. Esta é uma anomalia chamada de “resistência Insulínica”.

O diabetes tipo 2 é cerca de 8 a 10 vezes mais comum que a diabetes tipo 1 e pode responder ao tratamento com dieta e exercício físico. Outras vezes vai necessitar de medicamentos orais e, por fim, a combinação destes com a insulina.

Principais Sintomas:

    • Infecções freqüentes;
    • Alteração visual (visão embaçada);
    • Dificuldade na cicatrização de feridas;
    • Formigamento nos pés;
    Furunculose.

Outros trabalhos relacionados

A HISTÓRIA DO TABACO (TABAGISMO)

A história mostra os vários fatores responsáveis pela dimensão que a epidemia do cigarro tomou. O uso do tabaco surgiu aproximadamente no ano 1000 a.C.,...

ALERGIAS

As Alergias resultam da reactividade do organismo determinada pela introdução de um antigénio, contra o qual o organismo foi anteriormente sensibilizado (alergénio). O fenómeno...

A INFLUÊNCIA DA ALIMENTAÇÃO NA QUALIDADE DE VIDA

Segundo a Organização Mundial de Saúde, saúde é “o completo bem-estar e pleno desenvolvimento das potencialidades físicas, psico-emocionais e sociais e não a mera...

ANGINA

A Angina é um processo inflamatório da faringe. Existem muitos tipos de angina. Umas são provocadas pelos germes que normalmente se encontram na boca, quando...