23.9 C
Sorocaba
quinta-feira, janeiro 20, 2022

DIABETES TIPO 2

Sabe-se que o diabetes do tipo 2 possui um fator hereditário maior do que a diabetes tipo 1. Além disso, há uma grande relação com a obesidade e o sedentarismo. Estima-se que 60% a 90% dos portadores da doença sejam obesos. A incidência é maior após os 40 anos.

Uma de suas peculiaridades é a contínua produção de insulina pelo pâncreas. O problema está na incapacidade de absorção das células musculares e adiposas. Por muitas razões, suas células não conseguem metabolizar a glicose suficiente da corrente sangüínea. Esta é uma anomalia chamada de “resistência Insulínica”.

O diabetes tipo 2 é cerca de 8 a 10 vezes mais comum que a diabetes tipo 1 e pode responder ao tratamento com dieta e exercício físico. Outras vezes vai necessitar de medicamentos orais e, por fim, a combinação destes com a insulina.

Principais Sintomas:

    • Infecções freqüentes;
    • Alteração visual (visão embaçada);
    • Dificuldade na cicatrização de feridas;
    • Formigamento nos pés;
    Furunculose.

Outros trabalhos relacionados

O EXAME DE DNA NA PRÁTICA FORENSE

O EXAME DE DNA NA PRÁTICA FORENSE RESUMO Prática forense é a aplicaçao de técnicas científicas dentro de um processo legal. Essas práticas envolvem pesquisadores altamente...

CÂNCER DE TIREÓIDE

MITOS E VERDADES SOBRE O CÂNCER DE TIREÓIDE Examinei meu pescoço e encontrei um nódulo. Estou com câncer Mito: O auto-exame da tireóide é muito importante...

COMO REALIZAR O RASTREIO DE DÉFICIT COGNITIVO EM IDOSOS

COMO REALIZAR O RASTREIO DE DÉFICIT COGNITIVO EM IDOSOS Por definição, a Cognição é um conceito amplo relacionado a manutenção da capacidade de resolução de...

OTITE

A Otite é um processo inflamatório do ouvido que pode localizar-se na parte externa (pavilhão e canal auditivo externo), na parte média ou na...