21.7 C
Sorocaba
segunda-feira, maio 20, 2024

O ESTUDO DA LÍNGUA

Reconhecer no idioma nacional
O estudo da língua e o convívio com o texto literário constituem a base necessária à formação integral da personalidade, à cultura geral e a um melhor grau de atuação do indivíduo no campo profissional por ele escolhido.

Espera-se, portanto, que o candidato ao vestibular possa ao menos:

-Reconhecer no idioma nacional; elemento de produção, conservação e transmissão de cultura brasileira;

-Inferir que, sob as variações pelas quais uma língua se manifesta concretamente, há uma estrutura comum que permite a intercompreensão de todos os falantes;

-Reconhecer que há uma valorização social da modalidade culta da língua, isto é, aquela empregada nas situações formais de comunicação;

-Identificar os padrões de desempenho verbal que caracterizam a modalidade culta do idioma;

-Utilizar-se do idioma com propriedade, clareza, fluência e expressividade; – classificar, descrever e relacionar adequadamente as formas lingüísticas;

-Ler
e interpretar textos; – reconhecer a Literatura como uma linguagem de características formais específicas, que tem como matéria-prima o idioma, em sua potencialidade expressiva;

-Relacionar o fenômeno literário brasileiro com os quadros da cultura nacional e internacional;

-Ampliar seu horizonte cultural e sua experiência vital pelo desenvolvimento do hábito da leitura e pelo aprofundamento dos conhecimentos lingüísticos e literários.

Outros trabalhos relacionados

Aspectos Cognitivos do Processamento Textual

1. Introdução A preocupação central das pesquisas na área de Cognição tem sido a de propor teorias empiricamente comprováveis, capazes de explicar os aspectos estruturais...

LINGUAGEM E LÍNGUA

Linguagem Linguagem é a representação do pensamento por meio de sinais que permitem a comunicação e a interação entre as pessoas. -Linguagem verbal: é aquela que...

O SIMBOLISMO NA EUROPA E NO BRASIL

No Brasil, o simbolismo começa em 1893 com a publicação de dois livros: "Missal" e "Broquéis" (poesia) ambos de Cruz e Sousa. Estende-se até o...

POR QUE SÃO VARIOS TIPOS DE PORQUÊS?

A palavra “porque” é resultado da junção da preposição “por” e do pronome relativo, interrogativo ou indefinido “que”. Ele apresenta quatro grafias diferentes: porque,...