17.4 C
Sorocaba
quarta-feira, junho 19, 2024

O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá – Jorge Amado

O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá – Jorge Amado

O texto “O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá” foi escolhido pela importância do autor, Jorge Amado, para a literatura brasileira, além de suas peculiaridades, como a ausência da fórmula condicional do “final feliz”. Não existe o maniqueísmo, o bem e o mal configurados como tal. A história é um universo de afeições e toca diretamente no problema do preconceito e da intolerância. E, apesar de tudo, traz a mensagem positiva de que amar vale a pena. Diferentemente de sua última montagem infantil, “O Carnaval dos Animais”, “O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá” traz trilha sonora original, especialmente composta. A música mudou e desta vez não contém instrumentos. Por isso é exclusivamente vocal. O espetáculo procura uma limpidez, uma despojamento em todos os níveis, uma pureza em seus aspectos sensíveis, seja a cor, a forma, o som ou o movimento. Pela primeira vez, o Giramundo compõe um apresentação coral ilustrada. Plasticamente, “O Gato Malhado” é uma tentativa de incorporar novas formas, um conteúdo novo. É a forma se impondo à função, através de duas adoções: primeiro, a inspiração dos desenhos infantis, de um certo comportamento criativo da criança. Uma concepção formal vinda da concepção infantil. Não só as alterações na perspectiva ou nas formas, mas principalmente na interpretação dos personagens. Assim, os pássaros têm asas “explícitas” pois sua característica principal é voar, ou o cachorro tem muitos dentes aparentes pois uma de suas qualidades marcantes é morder. Esta é a história de um gato que se apaixona por uma andorinha causando estranheza em todos os outros animais que habitavam uma floresta. A Andorinha está prometida ao Rouxinol mas, ao mesmo tempo, incentiva o amor do Gato. Acontecem juras, o Gato escreve poemas, eles passeiam juntos enquanto os outros personagens condenam o amor impossível.

Outros trabalhos relacionados

Morte e Vida Severina – João Cabral de Melo Neto

http://www.youtube.com/watch?v=FWpFz0-jXlU O retirante Severino deixa o sertão pernambucano em busca do litoral, na esperança de uma vida melhor. Entre as passagens, ele se apresenta ao...

QUANDO NIETZSCHE CHOROU

QUANDO NIETZSCHE CHOROU Primeiro romance do psicoterapeuta e professor Irvin D. Yalom que, sem medo, mescla elementos reais com a ficção. Uma obra que traça...

QUINCAS BORBA – MACHADO DE ASSIS

Quincas Borba - Machado de Assis A História gira em torno da vida de Rubião, amigo e enfermeiro particular do filósofo Quincas Borba (maruja em...

Folhas Caídas – João Baptista D’Almeida Leitão da S

Folhas Caídas - João Baptista D'Almeida Leitão da S Folhas Caídas- João Baptista D'Almeida Leitão da Silva Garret São poemas já libertos do comedimento arcádico. Inspirados...