terça-feira, maio 11, 2021
InícioCiências Sociais AplicadasCiências SociaisPROJETOS PARA FEIRA DE CIÊNCIAS - TERRÁRIO DE MOFO

PROJETOS PARA FEIRA DE CIÊNCIAS – TERRÁRIO DE MOFO

PROJETOS PARA FEIRA DE CIÊNCIAS – TERRÁRIO DE MOFO

    • Um recipiente limpo com tampa. (Grandes jarras de vidro e recipientes plásticos limpos são ótimos, mas você terá que jogar fora o recipiente quando tiver acabado; então, pergunte a um adulto o quê você pode usar)
    • Fita Adesiva
    • Água
    Algumas sobras de comida como pão, fruta (como laranjas, limões ou uvas), vegetais (como brócolis, abobrinha e pimentão), queijo, biscoitos ou bolo.

ATENÇÃO
NÃO USE nada que contenha carne ou peixe – após alguns dias, isso irá começar a cheirar muito, muito mal.

    • 1- Peça a um adulto 4 ou 5 tipos diferentes de sobras de comida. Se a comida for pequena, uma uva ou uma parte de uma laranja, use-a inteira. Corte comidas maiores como pão ou queijo em pedaços de 2,5 cm.

2 – Mergulhe cada fatia de comida em um pouco de água e coloque dentro do seu recipiente. Se você utilizar uma jarra grande, coloque a comida na lateral da jarra. Tente espalhar os pedaços de modo que eles fiquem próximos uns dos outros, mas não empilhados.

3 – Tampe o recipiente. Passe a fita em volta da tampa para selá-la.

4 – Ponha o recipiente em um lugar onde você saiba que ninguém irá derrubá-lo ou jogar fora. Você pode querer etiquetá-lo como “Terrário de Mofo”.

5 – Todos os dias, olhe a comida no seu Terrário de Mofo. Nos primeiros 2 ou 3 dias, você provavelmente não verá muita coisa. Mas logo você deve ver coisas peludas azuis, verdes ou brancas crescendo em algumas partes da comida.

6 – Após mais alguns dias, parte da comida no seu terrário pode começara a apodrecer e parecer realmente nojenta. Você pode observar como o fungo se espalha e como as coisas apodrecem por aproximadamente 2 semanas. Depois disso, vai ficar sem graça, porque nada mais irá acontecer.

Aqui estão algumas coisas para você observar no seu terrário de mofo:

    • Em qual comida começou a aparecer mofo, primeiro?

De que cor é o mofo? Quantas cores diferentes você vê?

Qual a textura do mofo: lisa, peluda ou áspera?

Tudo no seu Terrário de Mofo fica com mofo?

O mofo se espalha de um pedaço de comida para outro?

Tipos diferentes de mofo crescem em tipos diferentes de comida?

Você sabia que?

Quando a maioria das comidas fica com mofo, significa que elas não mais estão boas para comer. Mas alguns queijos são comidos apenas quando eles se tornam mofados. O sabor do queijo gorgonzola é proveniente das veias de mofos azul esverdeados. Quando o queijo azul é formado dentro de uma roda, são feitos buracos através deles com pinos finos. O ar entra nesses buracos e um tipo muito especial de mofo cresce enquanto o queijo matura.

PERIGO!
Quando você terminar com o seu Terrário de Mofo, jogue-o no lixo. Não reutilize o recipiente. Não abra sequer a tampa! Mofo não é bom para algumas pessoas cheirarem ou respirarem

O que aconteceu?

O que é mofo, então?

Aquela coisa peluda crescendo na comida no seu terrário de fungo é mofo, um tipo de fungo. Cogumelos são um tipo de fungo, mofo é outro tipo.

Diferente da plantas, os fungos não crescem de sementes. Eles crescem de pequenos esporos que flutuam no ar.Quando alguns desses esporos caem em um pedaço de comida podre, eles se desenvolvem em fungo.

As plantas verdes são verdes porque elas possuem um composto químico chamado clorofila. A clorofila torna possível que as plantas verdes capturem a energia da luz do sol e a usem para fazer comida (açúcares e amido) a partir de água e ar. Diferente das plantas verdes, mofo e outros fungos, não possuem clorofila, por isso não podem fazer sua própria comida. O mofo que cresce em seu terrário, se alimenta do pão, queijo e outros alimentos. O mofo se alimenta, produzindo químicos que quebram a comida e fazem ela começar a apodrecer. Enquanto o pão é quebrado, o mofo cresce.

Eca! Quem quer essa coisa por perto?

Pode ser perturbador encontrar comida mofada em sua geladeira. Mas, na natureza, o mofo é uma coisa muito útil. Mofo ajuda a comida a apodrecer, que é uma coisa nojenta, mas necessária. Em um ambienta natural, coisas apodrecendo voltam para o solo, fornecendo nutrientes para outras plantas. O mofo é um “reciclador” natural.

Por que o mofo em diferentes alimentos parece diferente?

Existem milhares de diferentes tipos de mofo. Um mofo que cresce nos limões parece um pó azul esverdeado. O que cresce nos morangos se parece com um pêlo cinza esbranquiçado. um mofo comum que cresce no pão se parece com pelos de algodão. Se você observar o mofo por alguns dias, vai notar que se torna preto. Os pequenos pontos pretos, são esporos, que podem crescer para produzir mais mofo.

Por que alguns alimentos não mofam?

Se você usasse comidas que contém conservantes, o mofo não teria crescido muito bem nelas. Se você quiser experimentar mais com mofo, você pode fazer um terrário de mofo usando comida com conservantes (como um bolo em caixa) e outro usando comida que não possui conservantes (como uma fatia de bolo feito em casa). Em qual cresce mais mofo? Você também pode experimentar com conservantes naturais, como vinagre e sal.

Marcelo Cardoso
Marcelo é um profissional de Informática interessado em Internet, Programação PHP, Banco de Dados SQL Server e MySQL, Bootstrap, Wordpress. Nos tempos livres escreve nos sites trabalhosescolares.net sobre biografias, trabalhos escolares, provas para concursos e trabalhos escolares em geral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

CORONAVÍRUS

Origem da Crise Econômica

Recent Comments

Nilson Ribeiro on O QUE É ENGENHARIA CIVIL?
PABLO DA SILVA BARBOZA on FILOSOFOS BRASILEIROS
Ligeirinho Resolve on Tese Globalização
Susana Mesquita on Tese Globalização
Cátia Regina de Aquino Santos on Tratamento Multiprofissional à Terceira Idade
Kesia Oliveira do Nascimento on SUBSTANTIVOS
Ludymila Helena Arraujo Lima on DEPRESSÃO
TIAGO NERY on FILOSOFOS BRASILEIROS
TIAGO NERY on FILOSOFOS BRASILEIROS
TIAGO NERY on FILOSOFOS BRASILEIROS
Fernando on FILOSOFOS BRASILEIROS
fernando monteiro on FILOSOFOS BRASILEIROS
fernando monteiro on FILOSOFOS BRASILEIROS
fernando monteiro on FILOSOFOS BRASILEIROS
Guilherme on Hidrocarbonetos
Ernani Júnior Silva on FILOSOFOS BRASILEIROS
Flavio Musa de Freitas Guimarães on FILOSOFOS BRASILEIROS
Flavio Musa de Freitas Guimarães on FILOSOFOS BRASILEIROS
Isabella on SUBSTANTIVOS
Anonimo on Adjetivos
ALVARO on SURDEZ SÚBITA
CARIMBO DA CONFUSÃO on FILOSOFOS BRASILEIROS
socorro andrade on DINÂMICA DO SORRISO
Alessandra Martins on RESUMO DO FILME FLORENCE NIGHTINGALE
Sibely on VIRUS E BACTÉRIAS
Paula on Sistema Nervoso
Samuel Delgado Pinheiro on FILOSOFOS BRASILEIROS
Jamal Mussa Muroto on DIVISÃO CELULAR
Guilherme on FILOSOFOS BRASILEIROS
Camila on SISTEMA DIGESTIVO
Hadouken on FILOSOFOS BRASILEIROS
Josimeire dos Angelos on RESUMO DO FILME FLORENCE NIGHTINGALE
ONEIDE abreu on REANIMAÇÃO CARDIOPULMONAR
José Caixeta Júnior on FILOSOFOS BRASILEIROS
GILVALDO DIAS GUERRA on COMO SURGIU O DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA
ronald on CONSCIÊNCIA NEGRA
SÉRGIO LEONARDO TRINDADE on FILOSOFOS BRASILEIROS
ELIZABETH on FILOSOFOS BRASILEIROS
ELIZABETH on FILOSOFOS BRASILEIROS
Reginaldo Coveiro on FILOSOFOS BRASILEIROS
julieny kettylen on Obesidade
gabrielle barreto de oliveira on DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO
suzana stvens on CORRUPÇÃO NO BRASIL
Kauã Liecheski on Tratamento do Lixo
Ligeirinho Resolve on OLIMPIADAS
Ligeirinho Resolve on A FUNÇÃO SOCIAL DA ESCRITA
kamilly on Jogos Olimpicos
Marcelo Cardoso on MILITÂNCIA JOVEM
Isabella on MILITÂNCIA JOVEM
Maria Conceição Amorim on A IDENTIDADE E CULTURA DA BAHIA
Maria Conceição Amorim on FOLCLORE BRASILEIRO
Emerson Davi on CORRUPÇÃO NO BRASIL
Maria dos Reis on COMO FAZER UM TRABALHO ESCOLAR