16.7 C
Sorocaba
sexta-feira, setembro 30, 2022

Salvador Dali

Autoria: Ronaldo Oliveira de Lima

Salvador Dali (1904- 1989) foi um pintor, artista gráfico, escultor e desenhista espanhol. É provavelmente um dos artistas surrealistas mais famosos, muito provavelmente devido aos seus esforços para auto-promover-se. Juntou-se ao grupo em 1929 – após ter fases cubistas, futuristas e de pintura metafísica . Entretanto, a partir de 1936, Breton já afastava-o do movimento, principalmente devido ao seu comportamento político, como defensor do ditador Franco e por suas aproximações cada vez maiores com um estilo mais tradicional e acadêmico. A teatralidade sempre foi marca de suas obras e de seu próprio comportamento, conforme ilustra a ocasião em que apareceu com roupa de mergulho numa exposição surrealista de 1936. Além disso, Dali costumava modificar as teorias surrealistas, acrescentando elementos a elas. O automatismo, por exemplo, converteu-se para Dali na “ atividade crítico-paranóica “ . O controle da razão seria então realizado pelo cultivo de algumas atitudes semelhantes às observadas nos quadros clínicos de paranóia. Suas misturas costumam ter elementos de alucinação e irrealidade tratados com uma meticulosa técnica acadêmica – técnica essa também desaprovada por Breton, por considerá-la retrógrada. Descrevia seus trabalhos como “ sonhos fotográficos pintados à mão “ . Entretanto, apesar das divergências com alguns ideais do movimento, permanece conhecido do público como um dos verdadeiros símbolos do Surrealismo . Suas obras possuem imagens extremamente famosas como os relógios que se derretem em “ A Persistência da Memória “, de 1931. A partir de 1940 mudou-se para os Estados Unidos, permanecendo no país até 1955. Alguns críticos consideram que os trabalhos depois de sua fase surrealista carecem de qualidade e conseqüência. Criticam bastante a religiosidade que marcou suas obras quando estava na América, considerada sensacionalista. Essas obras de temas religiosos podem ser exemplificada por “ A Última Ceia “ . Sua esposa e objetos sexuais também eram recorrentes nessa fase de seu trabalho. Seus últimos anos de vida, após ter voltado para a Europa, foram marcados pela reclusão. Além das pinturas, Dali também realizou esculturas, ilustrações de livro e trabalhou com o diretor Luis Buñuel (1900 – 1983) na realização de filmes surrealistas como “ Um Cão Andaluz “ (1929), ou “ A Idade do Ouro “, de 1930 ou com Alfred Hitchcock.

Outros trabalhos relacionados

História da Arte

Autoria: Fabiane Paleolítico Superior. As informações e conhecimentos que temos deste tempo foi, resultado de pesquisas de historiadores e antropólogos. Eles que reconstituíram o modo de viver...

Semana da Arte Moderna

Autoria: Raphael Fonseca dos Santos A Semana de Arte Moderna de 22, realizada entre 11 e 18 de fevereiro de 1922 no Teatro Municipal de...

Realismo

Autoria: Priscila Afonso O termo realismo, de uma maneira geral, é utilizado na História da Arte para designar representações objetivas, sendo utilizado como sinônimo de...

TIZIANO VECELLIO ( TITIAN )

TIZIANO VECELLIO ( TITIAN ) Maior pintor da escola veneziana do Renascimento, Ticiano antecipou, em sua vasta e variada obra, muitos dos traços não apenas...