18.3 C
Sorocaba
quinta-feira, junho 13, 2024

TIREOIDE NORMAL

A tireoide é uma glândula que se localiza na região anterior do pescoço, à frente da traqueia e abaixo da “maçã de Adão”. A tiróide tem a forma de uma borboleta encontrando-se os 2 lobos (direito e esquerdo) unidos pelo istmo. O seu peso, em circunstâncias normais, é de apenas cerca de 25g.

A tiróide produz várias hormonas sendo as mais importantes a triodotironina (T3) e a tiroxina (T4). A atividade da tireoide é regulada por outra hormona produzida pela hipófise, a TSH. A produção da TSH é, por sua vez, estimulada por uma hormona (TRH) produzida numa parte do cérebro chamada hipotálamo. As concentrações das hormonas tiroideias no sangue também influenciam a produção de TSH pela hipófise.

Quando a produção de T3 e T4 pela tireoide diminui (hipotireoidismo) a produção de TSH pela hipófise aumenta e pelo contrário se a tireoide produz hormonas em excesso (hipertireoidismo) a produção de TSH pela hipófise diminui. Deste modo o organismo tenta manter os níveis de hormonas tiroideias no sangue dentro dos valores normais.

Estas hormonas podem ser medidas no sangue o que permite fazer o diagnóstico das situações de mau funcionamento da tireoide.

Para a produção das hormonas a tireoide capta iodo do sangue e combina-o com um aminoácido, a tirosina. A T3 tem 3 moléculas de iodo em cada molécula da hormona e a T4 tem 4.

Embora a tireoide produza alguma T3 (20%) ela liberta sobretudo T4 (80%). A T3 é muito mais ativa que a T4. Uma grande parte da T3, que atua a nível das células de todo o organismo, resulta da conversão de T4 em T3 em vários órgãos fora da tireoide.

As hormonas tiroideias têm funções muito importantes em todo o corpo incluindo um papel fundamental no crescimento. Estes diversos efeitos são mais facilmente compreendidos considerando as consequências do hipertiroidismo e do hipotiroidismo bem como do caso particular do hipotiroidismo congénito.

Além das células foliculares que produzem as hormonas tiroideias, T3 e T4, encontram-se na tireoide outras células que sintetizam a calcitonina e que são chamadas células C ou parafoliculares. Estas células são particularmente importantes porque podem dar origem a alguns tumores com características particulares, os carcinomas medulares da tireoide. A calcitonina

Outros trabalhos relacionados

APLASIA DE MEDULA ÓSSEA

A aplasia de medula óssea, é uma doença rara e extremamente séria, que resulta da falência da medula óssea (órgão responsável pela produção do...

ARTRITE REUMATÓIDE

A artrite reumatóide é uma doença dos tecidos mesenquimatosos periarticulares e articulares, de evolução progressiva, que apresenta numerosas variedades clínicas. A artrite reumatóide lesa de...

ANOREXIA

O termo anorexia vem do grego, significando falta de apetite. O termo, na verdade , é errôneo, já que a falta de apetite é...

PROLAPSO RETAL

Autor: John H. Pemberton O prolapso retal é uma condição desabilitante incomum, que há muito tempo fascina os cirurgiões. Poucas doenças clínicas têm gerado número...