Contabilidade Comercial trabalhos escolares
Businessman Working Dashboard Strategy Research Concept

O foco da qualidade está em constante evolução. Passamos pelas eras do produto, dos processos, dos clientes e hoje caminhamos para o foco no conhecimento, através de uma abordagem mais abrangente. A necessidade hoje é totalmente voltada às competências: de conhecimentos e saberes, de habilidades, de valores e capacidades, que provêem da formação geral, profissional, experiência profissional e social. Para melhor se utilizar destas informações, se torna cada vez mais presente o uso da estatística, vista como um meio para obter conhecimento e aumentar a chance de tomar decisões corretas, auxiliando na obtenção de conhecimento sobre os processos, permitindo ver os mesmos sem preconceitos, opiniões ou pré-julgamentos.

1 INTRODUÇÃO

Na era do conhecimento, os métodos estatísticos têm um papel crucial, além de uma poderosa ferramenta, passam a ser vistos como um poderoso método de gestão. Por isso a necessidade de avaliar e reconhecer se uma evidência estatística apóia, realmente, uma conclusão apresentada.

Com este trabalho, pretende-se mostrar que cada vez mais as organizações exigem de seus administradores amplos conhecimentos nas mais diversos setores. O uso da estatística incentiva a reagir de modo inteligente às informações que lê ou escuta, passando a refletir, analisar e questionar as informações encontradas, facilitando, assim, o trabalho dos administradores de organizar, dirigir e controlar as organizações.



2 CONCEITO

Segundo Crespo (2000), “Estatística é a parte da matemática aplicada que fornece métodos para a coleta, organização, análise e interpretação dos dados e para a utilização dos mesmos nas tomadas de decisões.”

Uma média rigorosamente calculada é considerada muito mais confiável do que um censo completo, com contagens exaustivas e sem controle nos levantamentos.

A estatística é uma ciência que ajuda a tomar melhores decisões com base em fatos e dados, e não simplesmente em opiniões. É de grande ajuda para o dirigente, já que transforma dados em informação e, portanto, permite que o caos gerado pela imensa montanha de números em uma empresa passe a fazer sentido e auxilie na tomada de decisões.

3 A ORGANIZAÇÃO E O USO DA ESTATÍSTICA

O uso de estatísticas é necessário à obtenção dos resultados visados pelas organizações, e não somente para medir os avanços rumo a esses resultados. Os dados estatísticos são importantes para o início, o desenvolvimento e manutenção das organizações, pois não somente monitoram o progresso como também contribuem para a obtenção dos resultados medidos pelas estatísticas.

Todavia, reconhecer a importância da estatística é uma coisa; tomar providências e decisões nesse sentido é outra. Ainda resta muito a fazer para garantir o melhor uso das estatísticas, a fim de criar um ambiente propício ao desenvolvimento, adaptando-se a nova realidade internacional dos mercados de produtos e serviços globalizados. A evolução vertiginosa de novas tecnologias e o acesso às informações caracteriza um novo cenário de crescentes complexidades e incertezas, onde a questão da competitividade torna-se imperativa, exigindo que as organizações qualifiquem seus processos produtivos, tendo em vista um novo paradigma do consumidor: qualidade e custo.

Sempre visando melhorar a qualidade para propiciar maior competitividade em busca de ampliar o mercado consumidor, as organizações estão sempre pesquisando fatores como:

Redução drástica de custo;
Redução drástica da variação e dos defeitos;
Maior conhecimento das expectativas e necessidades dos clientes;
Maior conhecimento dos processos;
Melhor tomada de decisão gerencial;
Rápida introdução de produtos e serviços, em resposta aos clientes.

A estatística auxilia na programação da venda do produto, na forma de desenvolver um layout, na produção, na comercialização, na divulgação, nas cobranças, no processo pós venda, enfim, é imprescindível em todo o processo organizacional.

A percepção humana agregada ao conhecimento específico e a forma de utilização das estatísticas é o que fará a diferença no resultado do trabalho e conseqüentemente, nos resultados financeiros obtidos pelas organizações.

4 CONCLUSÃO

Podemos concluir com este trabalho que somente através do conhecimento o homem evolui, e baseado em fatos e dados, obtidos com o uso da estatística proporciona instrumentalizar dirigentes e gerentes nas decisões táticas e estratégicas da organização.

Considerando que uma média rigorosamente calculada é muito mais confiável que um censo completo, a estatística tem o objetivo de fazer com que dados, quando isolados aparentemente nada significam, quando agrupados sejam corretamente interpretados e, portanto, melhores decisões sejam obtidas e tomadas, verificamos assim sua importância para auxiliar o processo administrativo.



5 REFERÊNCIAS

CRESPO, Antônio Arnot. Estatística Fácil. 15 ed. São Paulo: Saraiva, 1997.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui