BURSITE

0
3235

A Bursite é um processo inflamatório das bolsas serosas (formações vesiculares, cheias de líquido límpido e seroso, que tem a função de almofada elástica para facilitar o deslizamento dos tendões sobre a superfície óssea). Este processo inflamatório pode ser agudo ou crónico.

Pode aparecer após traumatismos localizados ou por localização de germes de uma infecção geral (septicemia, doença reumática, por exemplo) próxima da bolsa (furúnculos, abcessos, etc…). Estão mais sujeitas a lesões inflamatórias agudas as bolsas já sujeitas a desgastes e solicitações anormais (por exemplo, o cotovelo nos trabalhadores que continuamente o martelo pneumático).

A inflamação é habitualmente caracterizada por um aumento do líquido da bolsa (bursite serosa), mas quando o conteúdo desta é de pus ou sangue, designa-se a bursite por purulenta e hemorrágica, respectivamente.

A pele que a recobra aparece avermelhada e tumefacta e tem uma consistência muito elástica à palpação. Os movimentos articulares acentuam a dor, que, de resto, persiste em repouso e tem intensidade variável segundo a gravidade do processo.

Bursite crónica

Podem ter origem em formas agudas (secundárias) ou ser primitivas. O tratamento da inflamação aguda exige, em primeiro lugar, a imobilização da região para evitar ulteriores traumas e, depois, a compressão, para reduzir o edema e a hiperemia.

Nos casos de bursite aguda secundária a infecções gerais, o tratamento com antibióticos, usado para atacar os germes responsáveis pela doença, é válido também no tratamento das manifestações patológicas nas bolsas.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui