18.4 C
Sorocaba
quarta-feira, setembro 28, 2022

CANDIDÍASE

Autor: Lívia Freitas

A Candidíase é uma doença sexualmente transmissível que possui como sintomas principais: corrimento espesso, tipo nata de leite; hiperemia (vermelhidão); edema (inchaço); prurido (coceira) ou irritação intensa, inclusive, podenca causar infecções urinárias, com dores fortes e fazer aparecer manchas brancas (sapinhos).

Esta doença é causada por um fungo, Candida albicans, que vive normalmente na vagina, sem causar agravos. Porém, quando a resistência imunológica genital encontra-se diminuída, a Candidíase se manifesta, apresentando todos ou alguns dos sintomas relatados anteriormente, sendo necessário ser devidamente tratada.
A Candidíase não é uma patologia de transmissão exclusivamente sexual, podendo ser contraída através de roupas íntimas, toalhas, lençóis ou outros objetos que contenham o fungo em sua superfície.

Algumas doenças ou situações podem favorecer o aparecimento da Candidíase, sendo as principais:

O uso de antibióticos, pois eles reduzem a resistência imunológica nesse tipo de caso;

Durante a gravidez, sendo inclusive comum esse acontecimento em tal período;

Pacientes com Diabetes Mellitus, pois estes também possuem maior probabilidade de contraí-la, devido a uma mudança no pH vaginal;

Outras infecções genitais oportunas, pois as doenças atacam diretamente a flora vaginal, expondo-a a diversas outras;

Deficiência imunológica, ou seja, baixo grau de proteção quanto a várias formas de contaminação e contração de agravos, pela debilidade do organismo em se defender de agentes estranhos ao mesmo;

Uso de medicamentos, como anticoncepcionais e corticóides, que também contribuem para a baixa imunidade corpórea.

O diagnóstico da Candidíase pode ser realizado através do Exame Preventivo, também chamado de Citologia Oncótica ou Papanicolau, feito em consultório médico ou de enfermagem. Consiste em um exame simples, rápido e indolor, onde por meio de uma coleta das secreções endocervical e da ectocérvice, permite-se fazer uma análise minuciosa em laboratório específico e produzir-se o resultado.

Diante do resultado positivo, o tratamento será sistêmico e feito com cremes locais, à base de antifúngicos, em geral de 03 a 07 dias (ex.: Nistatina, Miconazol). Em casos mais resistentes, deve-se fazer o tratamento por via oral (ex.: Fluconazol), bem como na suspeita de que o parceiro também tenha a doença, este deverá ser tratado.

Principais cuidados a serem realizados para evitar esse tipo de patologia:

Usar sabonete neutro, em banhos diários, preferencialmente mais de um banho por dia no verão. Usar roupa íntima de algodão, evitando produtos sintéticos, inclusive meia calça, para que a pele possa respirar e a umidade ser diminuída. No contato sexual, usar preservativo. É aconselhável fazer a higiene genital com muito cuidado, evitando o uso de duchas vaginais.

Usar sempre a camisinha.

Nunca esquecer: conhecer bem o próprio corpo, e promover uma boa higiene, prevenção e cuidados com o mesmo, podem fazer toda a diferença!

Outros trabalhos relacionados

PERGUNTAS E RESPOSTAS CURIOSAS SOBRE RELIGIÃO

Como surgiu a expressão advogado do diabo? Essa expressão tem a origem na Igreja Católica. Quando o processo de santificação tem início, o "advogado...

RESUMO DO FILME: CRASH – NO LIMITE

O filme Cresh – no limite, nos mostra diversos ângulos da intolerância racial, seja ela pela cor, pela origem, pela religião, pela condição social....

CITAÇÕES – Dê um toque especial aos seus trabalhos 2

"Só seremos universais se conhecermos e amarmos nossa aldeia." (Tostoi) "Somos o que fazemos, mas somos, principalmente, o que fazemos para mudar o que somos"...

VOCÊ SABIA QUE BEBER AGUA GELADA QUEIMA CALORIAS?

Para quem quer perder peso esta pergunta é de tirar o sono! Se tudo o que você quer saber é se o seu corpo...