9.8 C
Sorocaba
quarta-feira, maio 18, 2022

COLESTEROL

Colesterol é um tipo de gordura produzido pelo fígado. Ele também está contido em certos alimentos que comemos, tais como ovos, carnes e derivados de leite. Quando você come estes alimentos freqüentemente, a taxa de colesterol em seu sangue aumenta, porque seu fígado transforma as gorduras saturadas em colesterol. A lipoproteína de baixa densidade (LDL) é o principal transportador de colesterol no sangue. Quando o nível é excessivo, pode depositar-se nas paredes das artérias que alimentam o coração e o cérebro, chegando mesmo a entupi-las. A formação de um coágulo pode bloquear o fluxo sangüíneo e provocar um ataque cardíaco ou um derrame cerebral. A fração do colesterol HDL, remove o colesterol da corrente sangüínea.

É o fígado que se encarrega de produzir colesterol. Esta substância é vital para o organismo, mas torna-se prejudicial quando está presente em excesso.

O colesterol desempenha papel de precursor para síntese de alguns hormônios: a supra renal, os ovários e os testículos.

O triglicerides tem papel essencialmente energético para uso imediato ou para armazenamento.

O colesterol a mais pode ser depositado nas suas artérias (grandes vasos sangüíneos), e pode fazer com que estes mesmos vasos se tornem estreitos. A quantidade de colesterol nas paredes de uma artéria pode ser tão grande, que a artéria fica entupida e o sangue não consegue passar. Se uma artéria que leva sangue para o coração ficar entupida, a pessoa pode ter um ataque do coração. Se uma artéria que leva sangue para o cérebro ficar entupida, a pessoa pode ter um derrame.

Ataque Cadíaco: Ocorre quando a obstrução de uma artéria coronária leva à morte parte do músculo do coração, podendo ser fatal.

Derrame (AVC): A aterosclerose pode ocorrer nas artérias do cérebro. O derrame é causado pela obstrução de uma delas, provocando a morte ou a incapacidade física.

O que podemos fazer para reduzir o Nível de Colesterol

Fazer exercícios regularmente: O exercício físico faz com que aumente os índices de bom colesterol e diminui os riscos de ataque cardíaco.
O fumo: Constitui um dos principais fatores de risco de doenças cardíacas. Faz baixar o nível do colesterol bom.
O álcool: O consumo exagerado de álcool pode causar outros perigos como: alcoolismo e hipertensão arterial.
“Stress” – deve ser controlado, pois aumenta a freqüência cardíaca e a necessidade de oxigênio do coração, tendo um efeito prejudicial, podendo ocorrer um infarto do miocárdio.

Comendo comida saudável você pode ajudar a reduzir sua taxa de colesterol LDL, uma alimentação saudável pode reduzir os níveis de colesterol.
Os grãos de café contêm substâncias que aumentam o colesterol sérico. A água quente, utilizada para o preparo do café, remove algumas dessas substâncias gordurosas dos grãos. Portanto, sempre que possível, usar o filtro de papel, pois retêm essas substâncias gordurosas.

O controle alimentar da hipertrigliceridemia está baseado principalmente na redução da ingestão de carboidratos simples (açúcar, mel, bolos, geléias e doces em geral) e de bebidas alcoólicas. Os carboidratos complexos (arroz, macarrão, pães, batata, mandioca, trigo e fubá).

Quando começar a controlar os Níveis de Colesterol
Dependendo em que nível está o colesterol, e se a pessoa tem outros fatores de risco de doença cardíaca, será preciso um controle maior.
O melhor nível do colesterol total é abaixo de 200. Se estiver entre 200 e 239, significa que a pessoa tem algum risco para ter um ataque do coração, ou um derrame. Já os níveis de 240, ou superiores significam o aumento de risco de doença cardíaca. O colesterol LDL menor que 100 é o melhor, um nível de LDL maior, significa que a pessoa tem um risco de doença cardíaca aumentado. O colesterol HDL menor que 35 também tem um risco de doença cardíaca, enquanto um nível de HDL de 40 ou acima, reduz esse risco.

Se comendo corretamente, exercitando e fazendo outras mudanças em sua vida, não reduzir as taxas de colesterol após 06 meses, seu médico poderá recomendar o uso de medicamentos. Se isto ocorrer, o tratamento deverá ser por toda a vida, mas somente quando a mudança nos hábitos alimentares não funcionarem.

O colesterol, assim como a hipertensão e o diabetes, é um problema crônico e exige tratamento adequado e contínuo. Por isso, verifique regularmente a sua taxa de colesterol. Siga à risca a orientação do seu médico e tenha uma vida saudável.

Orientação alimentar para o Controle do Colesterol

Preferir

Carnes brancas, frango sem pele, peito de peru e chester.

Peixes: pescada, sardinha fresca, atum fresco, linguado, badejo, salmão, merluza, arenque.

Clara de ovo.

Carnes vermelhas magras: lagarto, coxão mole e duro, alcatra, patinho, maminha, filet mignon, músculo. Tirar a gordura antes de cozinhar (até 3 vezes por semana).

Dar preferência às preparações assadas, cozidas, ensopadas ou grelhadas.

Legumes e verduras (ideal em todas as refeições).

Arroz branco, arroz integral, batata cozida, macarrão* com molho de tomate sem gordura (* 2 vezes por semana).

Feijão, lentilha, grão de bico, soja, feijão branco, feijão seco, milho verde.

Leite desnatado e iogurte desnatado.

Pães integrais, cereais integrais, aveia.

Queijos brancos magros, ricota, queijo cottage, requeijão light.

Margarinas cremosas e cremes vegetais.

Óleos vegetais: canola, girassol, milho, soja, azeite de oliva. Não reutilizar óleo.

Em bolos e tortas utilize óleo vegetal rico em gordura monoinsaturada (canola), ao invés de banha, gordura vegetal hidrogenada ou manteiga.

Nozes, castanhas, avelã, amendoim (com moderação, pois são muito calóricos).

Chás, café filtrado, água mineral, sucos sem açúcar.

Sobremesas: frutas com casca, frutas em calda, doce de fruta caseiro, gelatina, pudim com leite desnatado.

Evitar

Leite integral, creme de leite e derivados.

Manteiga, queijos amarelos, maionese, molhos prontos para salada.

Bacon, banha de porco.

Fígado, coração, língua, miolo, pé, moela, pele dos animais, gordura aparente das carnes.

Picanha, cupim, contra-filet, carne de porco.

Lingüíça, salsicha, hambúrguer.

Presunto, mortadela, salame, copa, salsichão, patês enlatados.

Frutos do mar (mariscos, ostra, lula, camarão, lagosta).

Salgadinhos de pacote.

Pastel, folhados, pães recheados, biscoitos amanteigados.

Gordura de coco, azeite de dendê, gordura vegetal hidrogenada.

Gema de ovo (2 gramas por semana – cuidado com o ovo em preparações).

Frituras e preparações à dorê, fora de casa.

Sobremesas: sorvetes de massa, quindim, fio de ovos, doces com coco, bolos recheados, chocolates, cremes e chantilly.

Tabela de Limites de Colesterol
Colesterol Total Colesterol Ruim (LDL) Colesterol Bom (HDL)
Alto (Acima de 240) Acima de 160 Quanto maior o nível, melhor
Limítrofe (de 200 a 239) De 100 a 130 Quanto maior o nível, melhor
Desejável (Abaixo de 200) Abaixo de 100 Acima de 40

Orientações Gerais
Evite alimentos de origem animal ricos em colesterol como: gema de ovo (inclusive ovos na preparação e bolos, tortas, etc), leite integral, manteiga, maionese, queijos curados e amarelos (parmesão, provolone, etc), embutidos (presunto, salame, mortadela, salsicha), carnes vermelhas gordas, banha e carne de porco, carne de frango com pele, vísceras (fígado, coração, miolo, língua, rim) e frutos do mar (camarão, lagosta).

Prefira carnes magras de boi e as brancas (peixe e frango sem pele), preparando-as assadas, grelhadas ou cozidas.

Utilize óleos vegetais (soja, milho, girassol, canola) no preparo dos alimentos, evitando as frituras e os óleos de coco e dendê. Use azeite de oliva no tempero da salada. Entre as margarina, opte pelas mais cremosas, tipo halvarina (40% de gordura), controlando a quantidade ingerida.

Os alimentos diet ou light são permitidos desde que verificado o menor conteúdo de gordura total, colesterol e calorias, comparando-o com o similar integral.

Tome chá, suco de limão natural ou água pura à vontade (pelo menos, 2 litros por dia). Café e chá preto com moderação.

Mastigue bem os alimentos e não deixe de fazer nenhuma refeição.

Evite o açúcar e o doces, substitua-os por adoçantes artificiais e frutas.

Use sua criatividade para não deixar a dieta monótona… varie as frutas (evite o coco) e vegetais de acordo com seu gosto e coma-os com casca, semente e bagaço sempre que possível. Dê preferência aos alimentos integrais ricos em fibras (pão e bolachas, arroz, cereais matinais, aveia, frutas secas).

Tabela de Triglicerides
Ideal 150
Limite 150 a 199
Elevado 200 a 499
Muito Elevado Superior a 499

A Associação Médica Americana insiste em que os níveis de colesterol normais se situem abaixo de 200 mg % e que o HDL Colesterol esteja acima de 35 mg %.

Outros trabalhos relacionados

NUTRIÇÃO NA INFÂNCIA

O bebê, no começo, só distingue quatro sabores: doce, salgado, amargo e azedo. O paladar é o menos desenvolvido dos sentidos da criança ao...

PERCA PESO COM SAÚDE E CALCULE SEU IMC

Hoje em dia, há uma grande variedade de regimes e programas para emagrecimento que prometem proporcionar as pessoas o corpo perfeito e a rápida...

Desnutrição Protéico Calórica no Câncer de Estômago

1 INTRODUÇÃO Toda e qualquer pesquisa relacionada à saúde do ser humano deve ter como premissa uma fundamentação cientifica com respeito a ética e deve...

VITAMINA P

(Faz parte do complexo B) Sinonímia: bioflavonóides, citrina, rutina. 14.1 Função Atuam de forma sinergística com a vitamina C para proteger e preservar os vasos capilares, evitando...