22.6 C
Sorocaba
domingo, dezembro 4, 2022

CONSTIPAÇÃO INTESTINAL

Severino Rodrigues de Figueiredo.

A constipação intestinal acomete a maioria das mulheres, principalmente no período gestacional(não tem um mecanismo ainda esclarecido, admite-se o hormonio progesterona aumentado, que tem efeito inibitório sobre a musculatura da parede intestinal)de acordo com Christofides & cols em 1982).

Caracteriza-se pela dificuldade de defecção(3 até 8 dias sem defecar, este retardamento torna as fezes desidratadas) acompanhado de dor, timpanismo exarcebado., fezes endurecidas, podendo acompanhar sangramento.
É uma síndrome que altera a qualidade de vida do paciente, em virtude das alterações do ponto de vista social e emocional(medo de câncer). Fatores alimentares, orgânicas ou funcionais. Concorem para este quadro clinico.

No aspecto fisiopatológico, a constipação decorre de distúrbio funcional do aparelho neuromuscular do intestino, ou uma obstrução ao transito do bolo fecal.

Deve ser valorizada a queixa do paciente, pois , como a constipação pode estar associados varias patologias tais como:

Tumores pélvicos
Tumores intestinais
Aderências.
Lesões no anus
Acidente Vascular cerebral
Doenças neurológicas
Hipotiroidismo
Hiperparatiroidismo
Mal de Parkinson
Chagas
Diabetes
Hemorroidas, fissuras
Patologias medulares
Retocele, herniações, bridas
Afora as causas acima citadas deve-se considerar:

Tipo de alimentação do paciente.
Sedentarismo.
Uso de medicamentos(ferro, alumínio, antiácidos, antagonistas de cálcio), laxativos,
Tranquilizantes.
Quantidade de ingestão de líquidos.
Profissão.
Gravidez.fatores hormonais.
Pos- operatório de cirurgias abdominal e pélvica.

Ahistoria clinica deve ser valorizada, o inicio dos sintomas duração da constipação, se existe alternância com diarrreia, aspecto de fezes com pus, ou sangue, antes ou após a evacuação, se houve perda de peso, notou emagrecimento, historia de cirurgias adominais/pélvicas, uso de medicamentos, hábitos alimentares etc.

Conduta:

Deve-se proceder o exame proctologico complementado por exames laboratoriais(avaliaçãoglicemia,hormônios tiroidianos)/radiológicos/colonoscopia/retosgmoidoscopia,a fim de elucidação diagnostica e para afastar outras patologias,em seguida, orientação medicamentosa e dietetica com acompanhamento de nutricionista.

Bibliografia:

1-Cecil, Medicina interna básica
2-Gastroenterologia Prática- Vasconcelos Obstetrícia Básica- Neme
Terapêutica em gastroenterologia- Gastrocentro-Unicamp 2 edição RBM- vol. 59 numero 6 janeiro/2002

Outros trabalhos relacionados

DOENÇA DE PARKINSON

A Doença de Parkinson é a enfermidade do Sistema Nervoso Central descrita pelo médico inglês James Parkinson (1755-1824) com o nome de Paralisia Agitante. Resumo É...

TIREOIDITES

O termo tireoidite refere-se a qualquer tipo de processo inflamatório, com envolvimento da tireoide. Se atendermos à origem e à evolução deste processo patológico podemos...

DOENÇAS PROVOCADAS POR ANIMAIS DOMÉSTICOS

Os animais domésticos podem transmitir ao Homem numerosos microorganismos e/ou parasitas capazes de provocar doenças. Às doenças dos animais vertebrados (quer domésticos, quer selvagens)...

O EXAME DE DNA NA PRÁTICA FORENSE

O EXAME DE DNA NA PRÁTICA FORENSE RESUMO Prática forense é a aplicaçao de técnicas científicas dentro de um processo legal. Essas práticas envolvem pesquisadores altamente...