terça-feira, junho 22, 2021

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

Colégio Prójuris
2008

 ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

O grande crescimento econômico dos EUA desde o inicio do século XX e o enfraquecimento das potências européias diante das numerosas disputas que culminaram com a Segunda Guerra Mundial foram, de maneira geral, as razões básicas do despontar dos EUA como superpotência.

Para exemplificar sua importância internacional, basta dizer que 25% da riqueza Mundial provem dos EUA, possuidor de um extraordinário poderio econômico, representado por uma estrutura produtiva moderna e diversificado pela presença de indústrias com tecnologia de ponta e por sua grande participação no comercio Mundial. Além disso, é o país com o maior poder militar de todo o planeta.

O NASCIMENTO DE UMA SUPERPOTÊNCIA

Desde o início da colonização os EUA apresentaram uma evolução econômica totalmente diferenciada do Brasil. Além do desenvolvimento de próspero setor agrícola, o expressivo desenvolvimento das manufaturas a partir do século XVIII foi fator primordial para o desenvolvimento do processo de industrialização já em finais do século XVIII.

O início da industrialização foi desencadeado por uma série de fatores, que determinam até hoje a situação econômica, entre os quais podemos destacar:

 A presença de um mercado consumidor interno;
 A acumulação de capital originaria de modelo econômico voltado para desenvolvimento interno;
 A presença de uma numerosa mão-de-obra;
 Fontes de energia abundantes;
 Grande quantidade de matéria-prima;
 Facilidades de transporte, representada pela vasta rede hidrográfica navegável e pela construção de grandes ferrovias;
 Invenções e aplicações técnicas;
 Uma rede urbana estruturada de acordo com as necessidades da nova indústria nascente: cidades próximas a portos, ferrovias ou hidrovias etc.

Tudo isso contribuiu para a atual situação dos EUA.

 INDICADORES SOCIAIS

Apesar de todos os indicadores sociais dos EUA serem típicos de países desenvolvidos, na década de 80 o país passou por um processo de empobrecimento da população, resultante basicamente da redução dos benefícios sociais e da elevação dos impostos. Essa tendência prosseguiu na década de 90.

No período de 1996 a 2006 aumentou a concentração de renda no país. Os chamados “Super – ricos”, que correspondem a 1% da população americana, tiveram um aumento médio de 45% em seus bens. Mesmo os bens da classe média tiveram um aumento de 32% no mesmo período.

Nos anos 80, o número de americanos vivendo abaixo da linha da pobreza (renda mensal de 1000 dólares para uma família de quatro pessoas) cresceu em média 30% em relação aos anos 70. No mesmo período caíram as porcentagens das populações idosas com direito à assistência médica e das crianças que foram vacinadas.

QUADROS COMPARATIVOS: BRASIL X EUA

 IDH

 SITUAÇÃO DOS IMIGRANTES

Artigo anteriorPERÍODO SISTEMÁTICO
Próximo artigoHIDROGRAFIA
Marcelo Cardoso
Marcelo é um profissional de Informática interessado em Internet, Programação PHP, Banco de Dados SQL Server e MySQL, Bootstrap, Wordpress. Nos tempos livres escreve nos sites trabalhosescolares.net sobre biografias, trabalhos escolares, provas para concursos e trabalhos escolares em geral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

CORONAVÍRUS

Origem da Crise Econômica

Recent Comments

Nilson Ribeiro on O QUE É ENGENHARIA CIVIL?
PABLO DA SILVA BARBOZA on FILOSOFOS BRASILEIROS
Ligeirinho Resolve on Tese Globalização
Susana Mesquita on Tese Globalização
Cátia Regina de Aquino Santos on Tratamento Multiprofissional à Terceira Idade
Kesia Oliveira do Nascimento on SUBSTANTIVOS
Ludymila Helena Arraujo Lima on DEPRESSÃO
TIAGO NERY on FILOSOFOS BRASILEIROS
TIAGO NERY on FILOSOFOS BRASILEIROS
TIAGO NERY on FILOSOFOS BRASILEIROS
Fernando on FILOSOFOS BRASILEIROS
fernando monteiro on FILOSOFOS BRASILEIROS
fernando monteiro on FILOSOFOS BRASILEIROS
fernando monteiro on FILOSOFOS BRASILEIROS
Guilherme on Hidrocarbonetos
Ernani Júnior Silva on FILOSOFOS BRASILEIROS
Flavio Musa de Freitas Guimarães on FILOSOFOS BRASILEIROS
Flavio Musa de Freitas Guimarães on FILOSOFOS BRASILEIROS
Isabella on SUBSTANTIVOS
Anonimo on Adjetivos
ALVARO on SURDEZ SÚBITA
CARIMBO DA CONFUSÃO on FILOSOFOS BRASILEIROS
socorro andrade on DINÂMICA DO SORRISO
Alessandra Martins on RESUMO DO FILME FLORENCE NIGHTINGALE
Sibely on VIRUS E BACTÉRIAS
Paula on Sistema Nervoso
Samuel Delgado Pinheiro on FILOSOFOS BRASILEIROS
Jamal Mussa Muroto on DIVISÃO CELULAR
Guilherme on FILOSOFOS BRASILEIROS
Camila on SISTEMA DIGESTIVO
Hadouken on FILOSOFOS BRASILEIROS
Josimeire dos Angelos on RESUMO DO FILME FLORENCE NIGHTINGALE
ONEIDE abreu on REANIMAÇÃO CARDIOPULMONAR
José Caixeta Júnior on FILOSOFOS BRASILEIROS
GILVALDO DIAS GUERRA on COMO SURGIU O DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA
ronald on CONSCIÊNCIA NEGRA
SÉRGIO LEONARDO TRINDADE on FILOSOFOS BRASILEIROS
ELIZABETH on FILOSOFOS BRASILEIROS
ELIZABETH on FILOSOFOS BRASILEIROS
Reginaldo Coveiro on FILOSOFOS BRASILEIROS
julieny kettylen on Obesidade
gabrielle barreto de oliveira on DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO
suzana stvens on CORRUPÇÃO NO BRASIL
Kauã Liecheski on Tratamento do Lixo
Ligeirinho Resolve on OLIMPIADAS
Ligeirinho Resolve on A FUNÇÃO SOCIAL DA ESCRITA
kamilly on Jogos Olimpicos
Marcelo Cardoso on MILITÂNCIA JOVEM
Isabella on MILITÂNCIA JOVEM
Maria Conceição Amorim on A IDENTIDADE E CULTURA DA BAHIA
Maria Conceição Amorim on FOLCLORE BRASILEIRO
Emerson Davi on CORRUPÇÃO NO BRASIL
Maria dos Reis on COMO FAZER UM TRABALHO ESCOLAR