30.1 C
Sorocaba
sexta-feira, abril 12, 2024

Hidretos

Autoria: Paulo Márcio Viera da Silva

Hidretos

Compostos binários em que um dos elementos é o hidrogênio, os hidretos podem ser iônicos e moleculares. Os hidretos iônicos resultam da combinação de hidrogênio com elementos metálicos (sódio, cálcio, ferro, ouro etc.), que se caracterizam pela acentuada tendência a ceder elétrons (partículas de carga elétrica negativa) de seus átomos. Os hidretos moleculares são produto da combinação do hidrogênio com elementos não-metálicos (oxigênio, nitrogênio, enxofre, halogênios), dotados de alta eletronegatividade, ou poder de captar elétrons.

A proporção de hidrogênio nos hidretos é regida pelas leis da troca eletrônica. Como o átomo de hidrogênio contém apenas um elétron, atua sempre com número de oxidação (número de elétrons cedidos ou adquiridos para formar um íon, um radical ou uma molécula) igual a 1 — positivo, se o elétron for cedido, ou negativo, se o elétron for absorvido — para alcançar sua estabilidade energética. Os metais possuem, em geral, números de oxidação positivos, enquanto os elementos não-metálicos podem tê-lo positivo ou negativo, conforme a eletronegatividade dos outros elementos do composto.

Para designar um hidreto metálico usa-se a palavra hidreto seguida do nome do metal que participa do composto, como hidreto de sódio (NaH), hidreto de cálcio (CaH2) etc. Quando o metal tem vários números de oxidação possíveis, expressa-se o número utilizado em cada situação: hidreto de ferro II (FeH2), ou ferroso, e hidreto de ferro III (FeH3), ou férrico. Os critérios de nomenclatura dos hidretos não-metálicos coincidem com os anteriores, com a ressalva de que seus números são negativos e únicos: hidreto de cloro, hidreto de enxofre etc.

As soluções de hidretos de elementos não-metálicos em água, porém, apresenta alto grau de acidez e, por isso, se designam com outros nomes, de maior aceitação geral: ácido clorídrico, ácido sulfídrico etc. Muitos hidretos são conhecidos por denominações generalizadas mas não sistemáticas. É o caso da água (hidreto de oxigênio), do amoníaco (hidreto de nitrogênio), dos silanos (hidreto de silício) e dos boranos (hidretos de boro).

Outros trabalhos relacionados

Número de Oxidação (NOX) (2)

Autoria: Fernanda Medeiros O NOX e o tipo de ligação Chamamos de número de oxidação ou nox a carga assumida por um átomo quando a ligação...

Caracterização de Grupos Funcionais

Autor: Douglas Melo 1 – Introdução Certos compostos orgânicos contêm apenas os elementos carbono e hidrogênio conhecidos por hidrocarbonetos. Estes podem se classificar, segundo a sua...

Isótopos, Isóbaros e Isótonos

Autoria: Luis Felipe Isótopos, Isóbaros e Isótonos A descoberta dos isótopos: 1913 – J.J. Thomson observou que gases quimicamente puros apresentam valores distintos para a relação carga/massa(q/m)...

TABELA PERIÓDICA E AS PROPRIEDADES PERIÓDICAS DOS ELEMENTOS

TABELA PERIÓDICA AS PROPRIEDADES PERIÓDICAS DOS ELEMENTOS A física e a química têm tanto em comum que hoje é mais fácil enxerga-las como duas especialidades da...