DICAS PARA ANALISAR, COMPREENDER, E INTERPRETAR TEXTOS

RESENHA DE FILME – MEMÓRIAS DE UMA GUEIXA

Uma beleza fenomenal. Um filme que traz vários elementos de conteúdo histórico japonês.

Existem vários momentos “poéticos”, a exemplo dos momentos em que é mencionado o valor do elemento “água” na natureza. Ela é aquela que apaga o fogo, que lava a terra, que destrói o metal, que enfim é energia. A água é aquela que quando “presa”, procura um caminho. É a força que uma “gueixa” – artista – deve ter.

Com ótima fotografia a película realmente prima pela qualidade estética. Procura ser um filme com qualidade técnica, inclusive.

Embora épico é extremamente atual. Uma vez que a sociedade comercializa conceitos de postura e beleza.

A virgindade tem um preço. E qual será ele? A obra nos faz refletir sobre nossos costumes desde que mundo é mundo. É uma visão oriental das coisas. Um outro ponto de vista. Diante de tanta hipocrisia “ocidental” este filme consegue até mesmo ser educativo.

Mas diante de tanta qualidade haveria de ter seu pano de fundo puramente comercial. O pano de fundo “clichê” é a reviravolta do amor. A menina gueixa nutre um amor que serve de motivação para continuar vivendo. É a água em busca de outros elementos!

A gueixa tem de deixar de lado alguns de seus desejos para ser uma “artista” completa. Ela precisa lidar com a inveja das outras mulheres. Deve ser forte e seguir em frente. Ela pesca o homem que quer. É a expressão do poder feminino. É a valorização deste poder, de uma forma poética e real. Não chega a ser vulgar! É lindo!

A história começa quando uma menina de 9 anos de idade é vendida para uma casa de “gueixas”. Nestes lugares elas são formadas na arte de servir com bom estilo. Aprendem a cantar, dançar e o mais interessante, conversar! Aos amantes fica o desejo de ter uma gueixa ao lado. Esta menininha torna-se órfã, e a única família que ela passa a ter são as mulheres da casa de gueixas. Ela certa vez chora diante desta vida ingrata, e é aparada, por um homem, o príncipe encantado clichê.

Vale a pena assistir a este filme, pois é daqueles que nos faz refletir e de quebra nos entretém.


Referências:

Direção: Rob Marshall

Roteiro: Robin Swicord, Doug Wright

Elenco: Ziyi Zhang (Sayuri Nitta), Ken Watanabe (O Presidente), Michelle Yeoh (Mameha), Gong Li (Hatsumomo), Ted Levine (Derricks), Koji Yakusho (Nobu), Karl Yune (Koichi)

Duração: 145 min.

Gênero: Drama/Romance

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui