26.7 C
Sorocaba
domingo, janeiro 23, 2022

MUNDO PÓS – MODERNO

Tese

A obra de José Arbex e Cláudio Júlio Tognoli visa mostrar uma nova era na história da humanidade( o pós-modernismo). Uma era dominada pela tecnologia, grupos isolados, superpotências, preconceitos, medo e novas concepções culturais. Com um olhar extremamente crítico os autores propõe uma reflexão sobre diversas máximas no mundo contemporâneo.

Resumo e relação dos capítulos com a tese

Modos e modas de nosso tempo

No primeiro capitulo é tratado questões que introduzem o pós-modernismo, questões como a grande revolução no mundo da moda, que influenciou todo o modo de vida de uma sociedade. É trabalhado também o fato da bomba atômica, a música( The Bettles) que ampliou os conceitos e ditou uma nova concepção cultural(sexo, drogas e rock’n roll).

Os autores demonstram o surgimento de uma “nova” sociedade e comunidades como os hippies, afirmando assim, que toda essa transitoriedade e fundamentada em braços norte americanos.

Quando o vídeo game captura a vida

No mundo pós-moderno a grande população mundial tem acesso ao universo eletrônico, como o do vídeo game, que influencia e muitas vezes causam danos especialmente às crianças. Jogos violentos e alguns nazistas são transmitidos a população mundial através do Cyberspace e influenciam profundamente o modo de vida de toda a sociedade.

É evidente a existência de dois lados: os Otimistas, que apóiam o uso desta tecnologia e dizem que ajuda no raciocínio e desenvolvimento e os Pessimistas, que desconsideram e ditam os perigos. A solução, que encontra no equilíbrio físico e emocional seu fundamento, seria o ponto ideal para esta problemática.

A sociedade das tribos

A sociedade dividi-se em microgrupos como os funkeiros, os neonazistas(pregam o extermínio de negros, judeus, homossexuais e emigrantes), torcidas organizadas( geram violência em estádios de futebol, principalmente) e cyberpunks( lutam pela descentralização e desafiam o poder através da Internet; tem como objetivo chegar ao poder da micropolítica).

Alguns outros grupos querem ate a imortalidade, tranferindo seus conhecimentos para o computador. Conceitos como Hackers e Crackers estão presentes especialmente no universo Cyberpunk.

A música que não é música

O rock ao se formar trouxe uma grande novidade e revolucionou o mundo musical, depois de quarenta anos surgem novas e idéias e mais uma vez é implantado um sistema alternativo diferente de tudo já existente. Com o uso do plagio e de outras alternativas, antes não permitidas, surge uma nova musica o rap e com ele o hip hop. Estes estilos de origem periférica, trazem consigo um universo diferenciado, onde a violência, a critica ao governo, as drogas e a prostituição fazem parte das letras e do cotidiano dos músicos.

Em contraposição o grupo Greenge, que já formou grandes bandas de influencia mundial, tentam manter distancia e de certa forma combater os afluentes do rap e do hip hop.

A droga como poder estratégico

Neste capítulo os autores mostram com muita clareza a grande evolução das drogas e como elas passaram a muitas vezes dominar profundamente os padrões do comportamento atual, a economia(em muitos países, como a Colômbia e a Bolívia) e com isso a política e a maneira de se governar. As drogas tem sua grande aparição ao mundo com os hippies e a famosa frase: “sexo, drogas e rock’n roll”, mas ainda eram uma forma alternativa de divertimento e protesto.

Com o tempo estas proporções e visões se modificaram e elas passaram a ser exploradas fortemente, fazendo com que países inteiros ficassem dependentes de sua venda. Hoje, pode-se dizer que as drogas são um dos principais produtos mundialmente explorados, e que para combatê-las não vai bastar o FMI e a ONU, mas sim a grande maioria da população mundial.

O crime engoliu as cidades

O crime tomou conta, e a segurança individual é a grande preocupação dos indivíduos em uma metrópole. Especialistas acreditam que é culpa da influencia da segunda guerra mundial, mas fatores sociais como a pobreza também explicam esta situação e a sensação de que existe gente demais disputando uma mesma área.

A sustentação de uma “vida normal”, especialmente em cidades como o Rio de Janeiro e São Paulo, torna-se impossível e a sustentação do individualismo só tende a aumentar. Mesmo o Brasil sendo considerado um caso isolado da configuração mundial, por abrigar a sociedade mais desigual do mundo os índices de violência mundial são enormes e isso esta ligado a um denominador comum, que não são as fatalidades irracionais.

Conclusão

Esta obra discute uma nova era na historia da humanidade, marcada pela crise de valores éticos, políticos, ideológicos, estéticos e dominada pela imagem, pela tecnologia e pela ilusão de que a ciência pode desvendar todos os segredos do universo. Com tudo isso pode-se afirmar que nesta nova era chamada de Era Pós-moderna as relações entre pessoas passaram a ser mais distantes, as drogas se tornaram presentes, houve um grande surgimento de grupos rebeldes, a tecnologia ao mesmo tempo que ajuda torna as pessoas violentas e a grande desigualdade esta presente em tudo.

Outros trabalhos relacionados

GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO

GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO DO AMBIENTE EMPRESARIAL: Um estudo de caso sobre o processo de monitoramento do ambiente externo em uma empresa brasileira de grande...

Reengenharia e Readministração

1. REENGENHARIA 1.1. INTRODUÇÃO Um conjunto de princípios estabelecidos há mais de dois séculos moldou a estrutura, a gestão e o desempenho das empresas, através dos...

Inflação e seus Indicadores

A inflação é causa de sérios distúrbios econômico-sociais que prejudicam certas classes de pessoas na medida em que beneficiam outros, seu principal efeito é...

GESTAO DOS ESPAÇOS EDUCATIVOS

Num momento em que o direito ganha novos espaços e abre novas áreas por meio das grandes transformações pelas quais passa o mundo contemporâneo,...