QUADRILHA – CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

0
3144
DICAS PARA ANALISAR, COMPREENDER, E INTERPRETAR TEXTOS

Quadrilha – Carlos Drummond de Andrade

Quadrilha

João amava Teresa que amava Raimundo

Que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili

Que não amava ninguém.

João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,

Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,

Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes

Que não tinha entrado na história.

Comentário

Depois, o desacerto amoroso, a inesperada intromissão do humor, a intriga, todo aquele mundo de conflitos sentimentais parece saltar do ritmo descritivo da dança de uma quadrilha. A sensação musical e coreográfica é produzida pela repetição encadeada com o verbo amar. O ritmo do poema é realmente expressivo. Como são difíceis as relações amorosas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui