24.5 C
Sorocaba
sábado, maio 18, 2024

SUJEITO E PREDICADO

Sujeito é o termo da oração do qual se afirma ou se nega algo.

Exemplos:
João andava de bicicleta.
Machado de Assis escreveu “Dom Casmurro”

O núcleo do sujeito è a palavra principal, que encerra a essência de sua significação.

Exemplo:
Os cravos brancos embelezam os campos. (a palavra cravos é o núcleo do sujeito)

Predicado é tudo que se afirma do sujeito. Na análise de uma oração, destacamos o sujeito e tudo o que restar, exceto o Vocativo, será predicado.

Exemplos:
Alberto agiu com calma.
Caiu a prateleira da parede.
Chove.

TIPOS DE SUJEITO:
Sujeito Simples é aquele com só um núcleo.

Exemplos:
Quem descobriu o Brasil?
As flores morreram.

Sujeito Composto é aquele que tem mais de um núcleo

Exemplos:
O rapaz e a moça estavam namorando.
Demitiram o gerente e o vendedor.

Sujeito Elíptico (ou oculto) é aquele não expresso e que pode ser determinado pela desinência verbal ou pelo contexto.

Exemplos:
Levantarei cedo. (sujeito oculto: eu)
Comeu e foi embora. (sujeito oculto: ele)

O médico chegou ao hospital. Realizou varias cirurgias e voltou para casa. (sujeito elíptico: o médico)

Sujeito Indeterminado é aquele que existe, mas não podemos ou não queremos identifica-lo com precisão.

Ocorre em 2 casos:

Quando o verbo está na 3a pessoa do plural, sem referência a nenhum substantivo anteriormente expresso.

Exemplos:
Anunciarama morte do governador.
Batem a porta.

Com verbo: intransitivo (VI), transitivo indireto (VTI) ou de ligação (VL) acompanhados da partícula SE chamada de índice de indeterminação do sujeito (IIS).

Exemplos:
Vai-se à chácara por este caminho.(VI)
Precisa-se de balconistas. (VTI)
Vive-se bem. (VI)
Falava-se alto. (VI)
Era–sefeliz naquele tempo.(VL)

Orações sem sujeito são orações cujos verbos são impessoais, com sujeito inexistente.

Ocorrem nos seguintes casos:

Com verbos que se referem a fenômenos meteorológicos.

Exemplos:
Ventava muito durante o dia.
Anoitece mais tarde no verão.
Chovia naquela tarde.

Com o verbo HAVER no sentido de existir ou a tempo decorrido.

Exemplos:
Havia crianças correndo. (=existiam crianças)
Há dois meses não o vejo (=tempo decorrido)
Com o verbo Houve no sentido de ocorreram.

Exemplos:
Houve vários acidentes.(Ocorreram vários acidentes)
Com o verbo FAZERreferindo-se a fenômeno meteorológico ou a tempo decorrido.

Exemplos:
Fazia 32° à noite. (FAZER referindo-se a fenômenos meteorológicos)
Faz doze anos que não o vejo. (FAZER referindo-se a tempo decorrido)
Com o verbo SER referindo-se a datas, horas e distância.

Exemplos:
Hoje é dia 10. (Referindo-se à data)
É uma hora. (Referindo-se à hora)
São quatro horas. (Referindo-se à hora)

Daqui ao meu colégio são quatro quarteirões. (Referindo-se à distância)

LEMBRE-SE:

Os verbos que se referem a fenômenos meteorológicos podem, em linguagem figurada, ser empregados como verbos pessoais.

Exemplos:
Confetes choviam sobre as meninas. (Confetes=sujeito de chover)
Eles trovejavam de tanta raiva. (Eles=sujeito de trovejaram)
Pedro amanheceu morto (Pedro=sujeito de amanheceu)

A oração “Houve grandes festas” não tem sujeito (trata-se de uma oração sem sujeito); todavia, na oração “Existiram grandes festas” o sujeito é grandes festas. O verbo existir é pessoal, admitindo sujeito.

Os verbos impessoais, isto é, sem sujeito devem permanecer na 3a Pessoa do singular. Observe os verbos HAVER E FAZER. Se estes verbos vierem formando uma locução verbal com outro verbo (verbo auxiliar: dever, poder,costuma, começar a, continuar a, etc) este outro fica impessoal ficando na terceira do singular.

Exemplos:
Deve haver duas mil pessoas.
Vai fazer um ano que não o vejo.
Costuma haver muitas festas aqui.
Há de haver esperanças.

O verbo ser impessoal concorda com o predicativo (è o único caso em que podemos encontrar um verbo impessoal no plural)

Exemplo:
Hoje são 12 de abril.
Eram oito horas quando chegamos.

PREDICADO

Predicado Nominal
O núcleo é um nome (predicativo do sujeito). É formado por verbo de ligação+predicativo.

Predicado Verbal
O núcleo é um verbo. Logo, não apresenta predicativo. É formado por verbos transitivos e intransitivos.

Predicado Verbo-Nominal
Há dois núcleos (um verbo e um nome).Logo, é formado por predicativo com verbo transitivo ou intransitivo.

Outros trabalhos relacionados

DÚVIDAS AO UTILIZAR O Ç, S, SS, Z e X

Grupo 01 a) Usa-se ç em palavras derivadas de vocábulos terminados em TO: intento = intenção canto = canção exceto = exceção junto = junção b) Usa-se ç em palavras...

DICAS DE PORTUGUÊS – VÍRGULA

A palavra vírgula vem de longe. Nasceu no latim. Lá, queria dizer varinha. Também significava pequeno traço ou linha. Depois, virou sinal de pontuação....

Exercícios de Concordância

Corrija os erros de concordância nas frases seguintes: 01. Apenas nos dias de chuva, forma-se pequenas poças d'água... 02. ... deveriam haver divisões apropriadas... 03. Os serviços...

A Estética de uma redação

No nosso primeiro contato com a redação, podemos achar que é muito fácil mas, na realidade, surge algo que torna importante o nosso ato...