18.5 C
Sorocaba
sábado, maio 18, 2024

TCP/IP

Autoria: Rogério Toshio

O TCP/IP é um conjunto de protocolos para cuidar da informação transportada, sem distinção do tipo de hardware ou dados roteados entre várias redes ou a clareza da forma de aplicação, sendo desenvolvida pela Agência de Projetos e Pesquisas Avançadas de Defesa que iniciou o projeto desta Internet.
Os principais protocolos são TCP (Transmission Control Protocol) e IP(Internet Protocol), sendo hoje aceita vários segmentos da sociedade e do mundo.
A arquitetura do TCP/IP implementa alguns “Serviços” que oferece aos usuários, mas é importante colocar em pauta que ela admite outros aplicativos que disponibilizem as mesmas facilidades.
O TCP/IP estabelece uma conexão fim a fim entre os usuários, isto significa o envio da mensagem com segurança entre o remetente e o destinatário. Tendo o Correio Eletrônico em uma Internet fácil e seguro.
No transporte de arquivos o serviço de Correio Eletrônico só é útil para pequenas e rápidas quantidades de dados.
O responsável pela transferência de arquivos entre sistemas dentro da Internet compatibilizando das desigualdade entre as aplicações das máquinas utilizadas seria o FTP (File Tranfer Protocol), sendo o serviço da arquitetura TCP/IP.
Temos na arquitetura TCP/IP um benefício que seria “TELNET”, aceita conexão de uma máquina local em uma outra remota, gerando uma sessão interativa entre elas.
O Internet Protocol (IP) é responsável pelo serviço de interface com o hardware utilizado, que é igual a grande flexibilidade de uso com várias plataformas de hardware.
O protocolo IP conclui uma unidade de transferência de dados, chamado datagrama, sendo da forma “encapsulada” em diversos protocolos de nível inferior (enlace do OSI ou Físico para Internet), com uma interface simples entre eles, que causa a independência do IP quanto ao nível inferior.
Além de controlar os erros que implementa a confirmações dos dados recebidos pelo destino, o protocolo TCP facilita o nível de controle de fluxo entre várias canalizações lógicas e as citadas aplicações.
O IP possui um endereçamento distinto para cada “HOST” conectado à Internet, o qual é acrescentado nos datagrama, sendo utilizado pelos equipamentos da rede para encontrar o melhor caminho entre origem e destino.
As facilidades para o usuários com o TCP/IP, são várias, como: suprir as necessidades básicas dos usuários como: correio eletrônico (SMTP), transferência de arquivo (FTP), etc.

Outros trabalhos relacionados

Rnp – Guia html Avançado

Autoria: Diogo Pepe Extensões do Netscape Este documento é uma tradução e adaptação do documento disponível em (http://home.mcom.com/assist/net_sites/html_extensions.html) A Netscape Communications desenvolveu uma série de extensões específicas, seguem...

ANÁLISE DE QUALIDADE DE SERVIÇO (QoS) DA REDE SEM FIO

Análise de Qualidade de Serviço(QoS)da rede sem fio da UniEvangélica Resumo A tecnologia para redes sem fio tem sido amplamente utilizada por instituições, Universidades e principalmente...

Redes Neurais (1)

Autoria: Raphael Imperato INTRODUÇÃO As redes neurais surgiram por volta dos anos 50, quase ao mesmo tempo que os primeiros computadores que ocupavam prédios inteiros. A...

COMO SURGIU A REDE SEM FIO (WIRELESS)

As redes sem fio surgiram inicialmente como complemento às redes utilizando cabeamento convencional, possibilitando dessa maneira um maior alcance para as redes locais, através...