ATRIBUTOS DE DEUS E NOSSA SALVAÇÃO

0
2676
DICAS PARA ANALISAR, COMPREENDER, E INTERPRETAR TEXTOS

FATAP
DOUTRINA DE DEUS

ATRIBUTOS DE DEUS E NOSSA SALVAÇÃO

Texto Base: Os atributos de Deus (Apostila FATAP págs. 8 á 12; aula de 24/08/2008)
Citações, análises e definições conforme seguintes Teólogos: Strong, Langaton, Conner, Scott.

Análise do Texto:

No estudo de qualquer individuo os atributos (aquilo que é próprio de alguém ou de alguma coisa; qualidade, símbolo; emblema;) não necessariamente fazem parte das características da personalidade do ser humano, porém tratando-se de Deus os atributos são inseparáveis de Deus.
Na complexidade do estudo dEste ser absoluto, perfeito e eterno,não há concordância entre os teólogos na classificação dos atributos de Deus; portanto nosso enfoque principal é a relação dos atributos de Deus e nossa salvação e o impacto que cada um exerce nesta questão.
Atributos Naturais – Qualidades da natureza de Deus.
Ex.: Planeta com 6.400.000.000 pessoas com apenas uma natureza=humana.

Auto existência

Deus existe por si só independente de qualquer outra força ou vontade. Qualquer outro ser vivente ou que já tenha existido, depende ou dependeu de outra fonte de vida, sabemos, portanto, que esta outra fonte de vida é providencia de Deus, podemos afirmar que uma das características de Deus é o próprio existir.
A promessa de Deus segundo JO 3:16 “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” Se Deus não existe eternamente não poderia nos dar vida eterna, a salvação, tendo em vista que somos criaturas dEle e nossa existência depende de Deus, assim na terra como no céu.

Eternidade

(duração de tempo sem princípio nem fim; vida eterna, além da morte; imortalidade);
(Duração muito longa).
Deus habita no seu eterno hoje, não há dia e noite, horas, ontem ou amanhã para Deus.
A promessa da salvação é vida eterna e eternidade não tem fim logo se Deus não tivesse a eternidade como atributo não poderia nos prometer salvação eterna.
Is 45:17 “Porém Israel é salvo pelo SENHOR, com uma eterna salvação; por isso não sereis envergonhados nem confundidos em toda a eternidade.”

Onipresença

Capacidade de Deus estar em todos os lugares e dimensões ao mesmo tempo. A salvação é para todos ao mesmo tempo e em todos os lugares desta terra; I Tess 4:16 “Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.”; de toda a terra sendo que sua presença transcendera os continentes. A onipresença de Deus confirma-se na seguinte citação: Ap 1:7. “Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém”
Logo não há duvida de salvação dos seus, manifesto no poder da onipresença, sem determinarmos de forma materialista, mas sim pela forma transcendente de estar em todos os lugares ao mesmo tempo.

Onisciência

Deus tem ciência de tudo o que houve, tudo o que acontece e tudo o que acontecerá e todas as suas possibilidades. Deus é o próprio conhecimento. Jamais alguém pode enganar a Deus ou se esconder dEle, Ele sabe tudo sobre nossa vida inclusive nossos pensamentos. Jer 23:24 “Esconder-se-ia alguém em esconderijos, de modo que eu não o veja? diz o SENHOR. Porventura não encho eu os céus e a terra? diz o SENHOR.” Is 44:24 “Assim diz o SENHOR, teu redentor, e que te formou desde o ventre: Eu sou o SENHOR que faço tudo, que sozinho estendo os céus, e espraio a terra por mim mesmo”;
Ora, se foi Deus quem nos criou e formou o universo, como não poderia ter ciência da sua própria criação? A onisciência de Deus permite a salvação, se Ele não conhecesse um filho seu, não poderia lhe dar a salvação.
I JO 3:20 “Sabendo que, se o nosso coração nos condena, maior é Deus do que o nosso coração, e conhece todas as coisas”.
O Senhor nosso Deus nos conhece e deseja que nós o conheçamos da mesma forma, somente conhecendo a Deus alcançamos a salvação.
II TM 3:15 “E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus”.
No caminho da salvação não basta apenas conhecer a Deus, mas aplicar o que Ele nos ensina, confessar os pecados, arrepender-se e aceitar Jesus Cristo como nosso único salvador.
LC 1:77 “Para dar ao seu povo conhecimento da salvação, Na remissão dos seus pecados”.

Onipotência

Todo o poder procede de Deus, sendo Ele o criador de todo o universo. Seu poder não tem limite ou fim, tampouco algum erro.
Nos atributos estudados anteriormente já vimos que nem ao menos existimos se não for pela vontade de Deus, como poderíamos ter algum poder se não for por meio dEle, Oração de Apóstolo Pedro na primeira epistola:
I PE 4:11 “Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus; se alguém administrar, administre segundo o poder que Deus dá; para que em tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e poder para todo o sempre. Amém”.
Não há como alcançarmos a salvação se não pelo poder de Deus.
RM 1:16 “Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego.”
Deus tem o poder para fazer todo o bem que quer: Salvação é o bem maior de Deus para nós.

Infinidade

(qualidade do que é infinito; grande porção; abundância.)
Determinamos conforme os atributos anteriores que Deus é infinito, não há limites para todo o seu poder, nem físico, nem moral, tampouco natural, como criador de tudo e todos, Deus nos revela sua superioridade e infinidade, sendo que sem estes atributos inerentes a Deus não seria possível nossa salvação.
Somente um Deus infinito poderia nos dar a salvação eterna.
Jô 36:26 ”Eis que Deus é grande, e nós não o compreendemos, e o número dos seus anos não se pode esquadrinhar.”
Is 40:28 “Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o SENHOR, o Criador dos fins da terra, nem se cansa nem se fatiga? É inescrutável o seu entendimento.”

Unidade

A unidade pertence à soberania de um só Deus poderoso e absoluto, sem limites impostos ou determinados por outros deuses (se acaso houvesse outros deuses, um limitaria o outro).
Ef 4:3 ”Procurando guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz.”
A promessa da salvação pertence a um único Deus.

Imutabilidade

Deus não muda, pois não há necessidade de mudança porque Deus é perfeito, não se pode melhorar a perfeição.
Ti 1:17 “Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação”.
He 6:17-18 “Por isso, querendo Deus mostrar mais abundantemente a imutabilidade do seu conselho aos herdeiros da promessa(salvação), se interpôs com juramento; Para que por duas coisas imutáveis, nas quais é impossível que Deus minta, tenhamos a firme consolação, nós, os que pomos o nosso refúgio em reter a esperança proposta;”.

Atributos Morais

Qualidades do caráter de Deus: Santidade.
A santidade de Deus é o norte do bem da justiça e do correto, para todos os filhos de Deus. O pecado ofende a Deus, pois Ele é santo.
A justiça faz parte da perfeição de Deus, jamais haverá injustiça em seu governo.
A natureza de Deus é sempre justa, santa e para o bem, e assim Deus espera que seja a consciência do homem para que não venha a pecar.
Justiça punitiva: Penso que Deus puni o pecador que persiste no pecado. Ele perdoa o pecado daquele que se arrepende, porém permanecem as conseqüências do pecado; é o curso natural e faz parte da justiça de Deus. Rm 5:16 “E não foi assim o dom como {a ofensa,} por um só que pecou; porque o juízo veio de uma só {ofensa,} na verdade, para condenação, mas o dom gratuito veio de muitas ofensas para justificação.”
Deus condena o pecado porque este é a causa da dor e sofrimento do homem. Assim como um pai orienta um filho pequeno para tomar cuidado e não brincar perigosamente, para que não venha a se ferir, Deus nos diz: Não pequeis para não sofrer. Jô 34:31” Na verdade, quem disse a Deus: Sofri, não pecarei mais;”
Deus é pai de amor, não deseja que seus filhos sofram, Ele perdoa os que se arrependem, mais puni os que permanecem no erro.
O seu amor em suas varias formas, conforme o direcionamento necessário, é o maior que existe, amor incondicional, que nada espera em troca, que tudo suporta e perdoa, que jamais esquece um filho seu.
Is 49:15 “Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti.”

Justiça redentora

Nas escrituras Deus revela o poder soberano da sua justiça àqueles que crêem e permanecem em Cristo onde há perdão e salvação.
Is 41:10 ”Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça.”
O amor de Deus faz parte da sua natureza, é eterno, imutável e inabalável, e todo este amor existe em favor dos seus filhos, se não fosse esse amor estaríamos sem esperança, sem salvação, por causa da nossa natureza pecaminosa, ao contrario da natureza de Deus que é misericordiosa, somente o amor de Deus tudo suporta e perdoa. É esse amor que aproxima as criaturas do seu criador, Deus deseja que estejamos próximos em comunhão.
Rm 5:8 “Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.”
Sl 79:9 “Ajuda-nos, ó Deus da nossa salvação, pela glória do teu nome; e livra-nos, e perdoa os nossos pecados por amor do teu nome.”
Deus é verdade, jamais mentiu ou voltou atrás, e é muito simples confirmar a verdade de Deus através da sua palavra. Nm 23:19 ”Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não o confirmaria?”
Tomamos por exemplo desde a antiguidade, na vida dos profetas homens usados por Deus; suas palavras se confirmam através dos séculos. Vejamos algumas profecias a respeito da vinda de Jesus:

Nascimento:

Profeta Isaias: 753 anos antes de Cristo
Is 9:6 “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.”

Vida:

Profeta Ezequias: 722 antes de Cristo
Ez 17:2 “Filho do homem, propõe um enigma, e profere uma parábola para com a casa de Israel.”
Profeta Asafe: Aproximadamente 740 antes de Cristo
Sl 78:2 “Abrirei a minha boca {numa} parábola: proporei enigmas da antiguidade.”

Morte:

Profeta Davi: Aproximadamente 1000 anos antes de Cristo
Sl 22:14 “Como água me derramei, e todos os meus ossos se desconjuntaram; o meu coração é como cera, derreteu-se no meio das minhas entranhas.”

Ressurreição:

Profeta Oséias: 931 antes de Cristo
Os 6:2 “Depois de dois dias nos dará a vida; ao terceiro dia nos ressuscitará, e viveremos diante dele.”
Por esse Deus Maravilhoso, fiel, firme, eterno, verdadeiro e pai da sabedoria damos Glórias à Deus. E aguardamos o cumprimento da sua mais preciosa promessa na nossa vida, a salvação, possível somente através dos atributos divinos de Deus.
Obrigada Senhor por tudo que o Senhor é e significa para nós, pelo seu infinito amor; dá-nos forças, coragem e sabedoria para alcançarmos almas que ainda não te conhecem. Amém.

I Pe 4:11 “Se alguém falar, {fale} segundo as palavras de Deus: se alguém administrar, {administre} segundo o poder que Deus dá; para que em tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e poder para todo o sempre. Amém.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui