Autoria: Hélder de Salles Cardin

INTRODUÇÃO

Controle de natalidade, diversos procedimentos empregados para evitar a gravidez. Atualmente, os métodos disponíveis variam dos permanentes, tal como a esterilização cirúrgica, aos temporários, que devem ser utilizados durante o coito.

2.MÉTODOS DE BARREIRA

Consistem no bloqueio físico do útero para impedir a entrada do esperma. A camisinha, ou preservativo, é o mais usado pelos homens e, quando é empregada corretamente em cada coito, mostra-se eficaz em cerca de 97% dos casos. Para as mulheres, o método de barreira mais empregado é o diafragma, uma cobertura de borracha ajustada ao cérvix (colo do útero), contendo um creme ou geléia espermicida (destruidor de esperma), que imobiliza os espermatozóides.

3.DIU

O dispositivo intrauterino, ou DIU, é um anel ou espiral de plástico ou metal que se coloca no útero e que interfere com a implantação do óvulo.

4.MÉTODOS QUÍMICOS

Os anticoncepcionais orais, conhecidos pelo nome de pílula, são substâncias químicas, que funcionam alterando o modelo hormonal normal, para que não ocorra a ovulação. Outra forma de controle de natalidade por procedimentos químicos é o creme, espuma ou geléia espermicida que deve ser utilizado em cada coito.

5.ESTERILIZAÇÃO CIRÚRGICA

Na mulher, realiza-se cortando e ligando as trompas de Falópio, os condutos que levam o óvulo do ovário ao útero. Essa operação se chama ligadura de trompas. No homem, a esterilização é feita cortando os dois ductos que levam o esperma dos testículos ao pênis. Esse procedimento é denominado vasectomia.

6.PLANEJAMENTO FAMILIAR NATURAL

Baseia-se na abstinência de contato sexual durante os dias férteis. A identificação se dá controlando as mudanças na temperatura corporal ou observando as variações da mucosidade cervical, para conhecer o momento da ovulação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui