O ESTIGMA DO SEXO

0
4090

1-Identificação da obra

NICOLELIS, Giselda Laporta. O Estigma do Sexo; ilustrações Roberto Barbosa; São Paulo; Atual, 1994 ; série transas e tramas; literatura infanto juvenil.

Livro “O Estigma do Sexo” de Giselda Laporta Nicolelis apresenta uma capa com figuras de pessoas, uma mulher em destaque com um fundo de vários rostos de homens, chama bastante atenção sendo uma capa com diversas cores que chamam bastante atenção, o nome do livro se destaca em fonte grande e cor vermelha chamando atenção de todos juntamente com o nome da autora. A contra – capa se destaca com um pequeno resumo do livro, com fala de personagens, o título e a série do livro. As orelhas apresentam foto da autora em preto e branco e também um pequeno resumo de sua vida e sua assinatura, a outra orelha nos mostra os outros livros sendo da mesma série e editora mas sendo de outros autores. O livro é dividido em seis capítulos. As ilustrações feitas por Roberto Barbosa são distribuídas pelo livro conforme a história é contada, nas partes mais importantes do livro que são geralmente encontradas as ilustrações, e também no começo de todos os capítulos, o livro é apresentado em 64 páginas, e possui uma pequena dedicatória para a Dra: Kátia Regina Cristófaro – titular da “Delegacia de Defesa da Mulher”, localizada em Santo Amaro- São Paulo, cuja a colaboração foi essencial na elaboração do livro.

2. Credenciais do autor

Nascida em São Paulo no dia 27/10/1938, no bairro da Liberdade. Desde os 9 anos escreve histórias, aprendeu a observar as pessoas, virá-las do avesso, a autora diz que é preciso definir a verdade de cada um, esse é o papel de um escritor para ela. A autora já publicou setenta livros entre eles estão: Viver é uma grande aventura, Na boléia de um caminhão, O segredo da casa amarela, Sonhar é possível?, O sol da liberdade. Para a autora, escrever é uma terapia, prazer, paixão. Em cada livro escrito por ela, nele contem muito de sua vida.

3. Resumo do livro

Lindaiane a procura de um emprego foi até a casa indicada pela sua mãe, casa de Dona Carmem, uma senhora de 70 anos mais ou menos. Dona Carmem estava esperando por Lindaiane na sala com aqueles cabelos brancos e aqueles olhos bem vivos atrás daquele óculos, logo Lindaiane se sentou-se no sofá juntamente com a dona da casa e tiveram um lona conversa. A garota falou do seu último emprego para dona Carmem, um história que choca qualquer um, aconteceu em seu último emprego um assedio na bela e charmosa Lindaiane, eram em dois sócios, que contrataram a garota, depois de alguns dias de trabalho Lindaiane começou a ser paquerada por um de seus chefes, ela foi ameaçada pelo sócio, ele propôs um convite para ela ir jantar com ele, isto partiu de uma aposta feita entre os sócios, quem levava a garota para jantar ficava com ela, feito o convite por um dos sócios, Lindaiane não aceitou de jeito algum, passou os dias e ele ainda a assediava e ameaçava de muitas coisas horríveis, não mais agüentando Lindaiane pediu a conta do emprego, e ficou muito abalada com essa atitude de seu chefe. Dona Carmem comovida com a história, aconselhou a garota de muitas coisas.

Ivanira amiga de escola de Lindaiane, tem namorado que sempre estava em seu pé, com ameaças e outras atitudes ruins, Ivanira não podia fazer nada se não seu namorado Raul muito desconfiado iria brigar com a menina. Raul um dia em que Ivanira e Chiquinho estavam tomando um lanche depois de sair do dentista, chegou o Raul e falou alguns absurdos antes de agredir o amigo de Ivanira, Chiquinho se machucou feio, levou três pontos na boca. Após essa besteira feita por Raul, Ivanira decidiu defiinitivamrnte terminar o namoro, na lanchonete mesmo falou pucas e boas para Raul e não queria ver ele nunca mais em sua frente, nem pintado de ouro. No colégio depois de chegar atrasada por causa do acontecido, Zuleide toda feliz com a novidade começou a falar para Ivanira, que havia conhecido um cliente no shopping onde trabalhava que dizia ser um fotógrafo, que cobraria baratinho para tirar umas fotos de Zuleide, a garota com aquele sonho de ser famosa e partir para a fortuna não pensou duas, vezes iria fazer as fotos com certeza, Ivanira não muito contente coma decisão da amiga disse, como você pode acreditar em um cara que você mal sabe o nome, não sabe se é um fotógrafo mesmo e já cai no papo, Zuleide nem ai para o que a amiga estava falando resolveu ir mesmo e iria no dia seguinte tirar as fotos.

Zuleide pediu despensa no serviço e saiu mais cedo, procurou pelo endereço e rápido encontrou, bateu na porta e o fotógrafo atendeu, e mandou espera-lo um pouquinho, Zuleide sentia um cheiro estranho no suposto studio de fotos, que na verdade era a casa do Dick, suposto fotógrafo, o rapaz ofereceu para a Zuleide, com os olhos completamente vermelhos, um baseado, e Zuleide Não acreditava, perguntou o que era aquilo um studio de fotos ou o quê? O Dick pediu para a garota se trocar atrás da cortina que logo iria começar a melhor parte, depois de pronta Zuleide Foi até a sala e encontrou o Dick largado encima da almofadas, Dick falou muitas besteiras a garota, e começou a assedia-la, Zuleide fez toda força que ela tinha unhou o cara mas não consegui, depois de ser completamente assediada, consegui escapar e foi correndo para casa, chegando em casa se escondeu dos arranhões espalhados pelo corpo. Depois da aula Ivanira resolveu passar na casa de Zu, para saber como tinha sido as fotos, quando encontrou a amiga naquela situação não sabia o que fazer, Zuleide tinha que ir a polícia da queixa na delegacia da mulher, isso não é coisa que se faça com uma garota, disse Ivanira, Zu não queria ir a delegacia de jeito nenhum, a amiga fez a cabeça dela e elas foram juntamente com os outros amigos que deram a maior força para Zu, dada a queixa, Zuleide mais aliviada, agradeceu a todos e principalmente a delegada que a encaminhou para um psicólogo, para ajuda-la na situação.

Passaram meses e meses e os problemas tinha terminado, o José Francisco arrumou uma namora, Raul não incomodou mais Ivanira, Lindaiane, estava feliz em seu emprego na casa de Dona Carmem que te dava a maior força, Lindaiane passou por uma na casa de Dona Carmem também, o filho da senhora fez a maior encrenca com a garota, que Dona Carmem a defendeu. A situação não ficou tão boa, pois não encontraram ainda o tal Dick, mais os retratos estão espalhados pela cidade e logo ele aparecerá, confia Zuleide. Promoveram uma grande festa de fim de ano e a felicidade estava no rosto de cada um.

4. Crítica do leitor

O livro apresenta uma ótima história, de três garotas que sofreram agressões, levaram o caso a polícia e conseguiram resolver o caso com facilidade na delegacia da mulher; trazendo informações importantes para os adolescentes. È um meio de explicar os mais sérios problemas que acontecem diariamente pelo mundo, o uso de drogas o que leva as pessoas a fazerem, na hora de dar uma queixa na delegacia e não ter medo, conhecer bem as pessoas antes de fazer qualquer coisa. Isto é uma base do que o livro ensina a todos, não é só uma história e também um novo método de aprender as coisas da vida de um adolescente.

5. Recomendação

Recomendo este livro para os adolescentes, amigos, pessoas que precisam conhecer a realidade, que o mundo não é feito apenas de coisas boas, as ruins existem e nos atrapalham, devemos saber como fugir de algumas delas e neste livro nos ensina a ser assim, não dar ouvidos a quem não conhecemos, e alguns cuidados a ser tomados na adolescência. Recomendo principalmente as mulheres, aqui são contados casos, que qualquer mulher pode um dia sofrer, então ficar atenta, observar o que a autora diz.

6. Local e Data

“O Estigma do Sexo” – Joinville, 27 de Agosto, de 2002

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui