13.6 C
Sorocaba
quarta-feira, junho 19, 2024

O Rio – João Cabral de Melo Neto

O Rio – João Cabral de Melo Neto

O Rio é um poema que apresenta preocupações sociais e até ecológicas. Descrevendo a viagem do rio Capiberibe do interior de Pernambuco até o mar, como que narrado pelo próprio rio, vai se mostrando o abandono das cidades no sertão, os retirantes, a pobreza, o empobrecimento, o desvio de rios para usinas, a desativação de engenhos e a poluição. Assim o Capiberibe passa e acaba por desaguar no mar, seu chamado original, logo após passar por Recife.

Outros trabalhos relacionados

Invenção de Orfeu – Jorge de Lima

Invenção de Orfeu - Jorge de Lima Em Invenção de Orfeu, os conteúdos poéticos regionais, negros e bíblicos se fundem à memória toda a infância,...

Farsa de Inês Pereira – Gil Vicente

Farsa de Inês Pereira - Gil Vicente A temática da peça está profundamente ligada à realidade vivida pela sociedade portuguesa da época de Gil Vicente:...

VIAGENS NA MINHA TERRA – Almeida Garret

VIAGENS NA MINHA TERRA - Almeida Garret Ação principal: O autor resolve fazer uma viagem de Lisboa a Santarém de comboio, com a intenção de...

SOLO DE CLARINETA – ÉRICO VERÍSSIMO

Solo de Clarineta - Érico Veríssimo Solo de Clarineta é dividido em dois volumes. No primeiro Veríssimo conta e sua infância e adolescência até a...