9.5 C
Sorocaba
sexta-feira, maio 20, 2022

ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS

Exercem a função sintática de adjunto adverbial da oração principal.
– São iniciadas pelas conjunções subordinativas adverbiais.
– Classificam-se de acordo com a circunstância que expressam.
Ex: O porteiro chegou à noitinha ® O porteiro chegou quando anoitecia.
Adjunto adverbial de tempo Oração Subordinada Adverbial Temporal.

1. Causais:
Exprimem causa, motivo, razão.
Ex: Ele gritou porque viu um vampiro.
porque: Conjunção subordinativa adverbial causal.

2. Comparativas
– Representam o segundo termo de uma comparação.
– Muitas vezes, as orações comparativas vêm com o verbo elíptico (subentendido).
Ex: Nadei como um cão (nada).
como: Conjunção subordinativa adverbial causal.

3. Concessivas:
– Exprimem um fato que se concede, que se admite, em oposição ao fato expresso na oração principal.
Ex: Era simples, embora fosse rico.

4. Condicional:
– Exprimem uma condição, hipótese.
Ex: Estudando desse jeito, você ficará louco.
O.S. Adverbial Condicional reduzida de Gerúndio.

5. Conformativas:
– Exprimem acordo ou conformidade de um fato com o outro.
Ex: Como diz o povo, tristezas não pagam dívidas.
O.S. Adverbial Conformativa.

6. Consecutivas:
– Exprimem uma conseqüência, um efeito ou resultado.
Ex: Estava tão distraído que pisou na lama.

7. Finais:
– Exprimem finalidade, objetivo.
Ex: Marcelo recolheu sua mala para que o intruso se acomodasse.
Obs.: Para que : Locução conjuntiva (faz o papel de uma conjunção). Todas terminam em “que”.

8. Proporcionais:
– Exprimem proporcionalidade:
Ex: À medida que se vive, mais de aprende.
À medida que: Locução conjuntiva subordinativa adverbial proporcional.

9. Temporais:
– Exprimem circunstância de tempo.
Ex: Mal entrou em casa, tocou o telefone.
O.S. Adverbial Temporal.

Obs.:
– As orações subordinadas que exercem idêntica função sintática podem aparecer coordenadas entre si.
Ex: Teus pais desejam que estudes e que te formes.
– Dois conectivos juntos (e + *): Duas orações subordinadas iguais, a função do “e” é ligar as duas orações idênticas (e – conjunção coordenativa).
– Orações Subordinadas Coordenadas entre si.

Obs.2:
– O. S. Adjetiva separada por vírgula só as explicativas.
– O. S. Substantivas separadas por vírgulas apenas as apositivas.
– O. S. Adverbial vier depois da Oração Principal, vírgula facultativa.
– O. S. Adverbial vier antes ou intercalada na Oração Principal, vírgula obrigatória.

Outros trabalhos relacionados

A LITERATURA DE CORDEL COMO FONTE DE INCENTIVO

Este trabalho tem como objetivo identificar e analisar dados sobre uma das competências menos desenvolvidas no ensino de literatura em sala de aula, que...

ANÁLISE DA OBRA LITERARIA LUCÍOLA – JOSÉ DE ALENCAR

Análise da Obra Literária Lucíola Identificação Nome da Obra: Lucíola Autor: José de Alencar Estilo de época a que pertence: 1855 Biografia do Autor José de Alencar Logo depois da proclamação da Independência,...

NUMERAL CARDINAL E NUMERAL ORDINAL

NÚMERO CARDINAL Número Cardinal: Os números cardinais designam a quantidade em si mesma (numerais substantivos) ou relacionada a substantivos(numerais adjetivos): Exemplo: Cinco menos três são dois. Cinco...

Introdução às Técnicas Redacionais

No Vestibular o tipo de redação mais utilizado é a DISSERTAÇÃO, que envolve técnicas descritivas e narrativas como podemos comparar: Exemplo de Descrição Este é o...