30.6 C
Sorocaba
sexta-feira, dezembro 2, 2022

TDAH – TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE

TDAH – TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE

Sintomas de TDAH

Os sintomas de TDAH incluem desatenção e/ou hiperatividade de impulsividade. Esses são traços que a maioria das crianças apresenta em algum momento. Mas, no TDAH, a sigla para transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, referido no passado como DDA – transtorno de déficit de atenção – os sintomas são inapropriados para a idade da criança.

O TDAH é comum em crianças e adolescentes. Mas os adultos também podem ter TDAH. Com este transtorno em adultos, pode haver uma variação nos sintomas. Por exemplo, um adulto pode sofrer de inquietação ao invés de hiperatividade. Além disso, adultos com TDAH consistentemente têm problemas nas relações interpessoais e no emprego.

Existem tipos diferentes de TDAH?

Existem três diferentes tipos de TDAH, que são:

    • TDAH combinado (o tipo mais comum), que envolve todos os sintomas
    • TDAH tipo desatenção (anteriormente conhecido como DDA), que é marcado pelo prejuízo na atenção e na concentração
    TDAH tipo hiperatividade/impulsividade, que é marcado pela hiperatividade sem desatenção

Para o diagnóstico de TDAH, alguns sintomas que causam prejuízo devem estar presentes antes dos sete anos. Ainda, algum prejuízo devido a esses sintomas deve estar presente em mais de um ambiente. Por exemplo, a pessoa deve ser prejudicada em casa e na escola, ou em casa e no trabalho. Além disso, deve existir uma evidência clara de que os sintomas interferem na capacidade da pessoa de funcionar em casa, em ambientes sociais ou profissionais.

Quais são os principais sintomas do TDAH?

Existem três categorias diferentes de sintomas: desatenção, hiperatividade e impulsividade.

A desatenção pode não ser aparente até que a criança entre no ambiente desafiador da escola. Em adultos, os sintomas de desatenção podem se manifestar no trabalho ou em situações sociais.

Uma pessoa com TDAH pode ter algum ou todos os sintomas seguintes:

    • dificuldade em prestar atenção a detalhes e tendência a cometer erros por descuido na escola ou em outras atividades; produzir trabalhos geralmente bagunçados ou descuidados
    • distrai-se facilmente com estímulos irrelevantes e frequentemente interrompe tarefas em andamento para prestar atenção em barulhos triviais ou eventos geralmente ignorados por outros
    • incapacidade de manter a atenção em tarefas ou atividades
    • dificuldade em terminar trabalhos escolares ou profissionais, ou na realização de tarefas que exigem concentração
    • muda frequentemente de uma atividade incompleta para outra
    • procrastinação
    • hábitos desorganizados no trabalho
    • esquecimento em atividade diárias (por exemplo, perde compromissos, esquece de levar o almoço)
    • falha na conclusão de tarefas como trabalhos escolares ou pequenas tarefas
    mudanças frequentes na conversa, não escuta aos outros, não presta atenção nas conversas e não segue detalhes ou regras das atividades em situações sociais

Os sintomas de hiperatividade podem ser aparentes em pré-escolares muito novos e estão praticamente sempre presentes antes dos sete anos. Eles incluem:

    • mexer-se ou contorcer-se quando sentado
    • levantar-se frequentemente para andar ou correr em determinado ambiente
    • correr ou subir excessivamente quando isso é inapropriado (em adolescentes isso pode se manifestar como inquietação)
    • dificuldade em brincar em silêncio ou participar de atividades tranquilas de lazer
    • estar sempre em movimento
    falar exessivamente com frequência

A hiperatividade pode variar com a idade e o estágio de desenvolvimento.

Crianças que estão começando a andar e pré-escolares com TDAH tendem a estar em constante movimento, pulando sobre a mobília, e têm dificuldade em participar de atividades sedentárias em grupo. Por exemplo, podem ter dificuldades em ouvir histórias.
Crianças em idade escolar apresentam comportamento semelhante, mas com frequência menor. Elas são incapazes de permanecer sentas, remexem-se e contorcem-se muito e falam demais.
Em adolescentes e adultos, a hiperatividade pode se manifestar como sentimentos de inquietação e dificuldade em participar de atividades sedentárias tranquilas.

Os sintomas de impulsividade incluem:

    • impaciência
    • dificuldade em atrasar respostas
    • deixar escapar respostas antes do término das perguntas
    • dificuldade em esperar sua vez
    • interrupção e intrometimento freqüente de outras pessoas a ponto de causar problemas em ambientes sociais e profissionais
    iniciar conversas em horas inapropriadas

A impulsividade pode levar a acidentes como derrubar objetos ou bater nas pessoas. Crianças com TDAH também podem participar de atividades potencialmente perigosas, sem considerar as consequências. Por exemplo, elas podem subir a lugares precários.

Muitos desses sintomas ocorrem de vez em quando em jovens normais. Contudo, em crianças com TDAH eles ocorrem frequentemente – em casa e na escola ou quando visitam amigos. Eles também interferem na capacidade da criança de funcionar normalmente.

O TDAH é diagnosticado após a criança apresentar de forma consistente alguns ou todos os comportamentos supracitados em pelo menos dois ambientes, como em casa e na escola, por pelo menos seis meses.

Qual o prognóstico a longo prazo para os portadores de TDAH?

Algumas crianças com TDAH – aproximadamente 20% a 30% – desenvolvem problemas de aprendizado que podem não melhorar com o tratamento do transtorno. O comportamento hiperativo pode estar associado ao desenvolvimento de outros transtornos disruptivos, especialmente transtorno de conduta e transtorno oposicional-desafiador. Não se sabe por que existe essa associação.

Em última instância, muitas crianças com TDAH se ajustam. Algumas, porém, especialmente aquelas com um transtorno de conduta ou oposicional-desafiador associado, são mais propensas a largar a escola. Mais tarde, esses indivíduos terão menos sucesso em suas carreiras do que os indivíduos que não sofrem de TDAH.

A desatenção tende a persistir por toda a infância e adolescência e continuar na idade adulta. Os sintomas de hiperatividade e impulsividade tendem a diminuir com a idade.

Quando crescem, alguns adolescentes que sofrem de TDAH grave desde a metade da infância experimentam períodos de ansiedade e depressão.

Existem vários sinais de alerta para o TDAH que parecem piorar quando a demanda na escola ou em casa aumenta. Eles incluem:

    • não ouvir às instruções
    • ser incapaz de se organizar, seja em casa ou na escola
    • mexer-se, especialmente as mãos e os pés
    • falar muito
    • falha no término de projetos, incluindo pequenas tarefas e deveres de casa
    • não prestar atenção e responder a detalhes
    • tirar notas ruins na escola
    isolar-se dos colegas devido a notas baixas e depressão secundária

Outros trabalhos relacionados

MELANOMA

O melanoma cutâneo é um tipo de câncer que tem origem nos melanócitos (células produtoras da melanina, substância que determina a cor da pele)...

OBESIDADE INFANTIL

Autor: Douglas David Deccker A obesidade não é mais apenas um problema estético, que incomoda por causa da "zoação" dos colegas. O excesso de peso...

DOENÇA DE CROHN – MAL SEM CURA

Causada pelo estresse, é uma doença que não tem cura, mas não é fatal. É tratável e controlável com acompanhamento médico apropriado. A qualidade...

QUALIDADE DE VIDA NOS IDOSOS 2/2

Essa é a segunda parte. Para ver a primeira parte clique aqui COMPROMETIMENTO FUNCIONAL Por outro lado, apesar da relevância indiscutível dos programas educacionais, culturais e...