MARKETING PESSOAL

0
4647

Segundo Kotler, o Marketing Pessoal será a ferramenta que irá impulsionar as pessoas dentro da organização. Onde cada mudança que ocorrer será levado em consideração o perfil do funcionário, sua apresentação, o seu comprometimento e a sua conduta ética.

O Marketing Pessoal questiona desde pensamentos à atitudes, a apresentação, comunicação, a ética, a capacidade de liderar, de se auto-motivar, de motivar as pessoas, ou seja, é expor-se diante das oportunidades para que as pessoas retenham sua imagem e possam convidá-lo a fazer parte de seus planos.

Um dos principais problemas do Marketing Pessoal é o exibicionismo. Algumas empresas valorizam o trabalho árduo e qualquer símbolo de status, mesmo que em termos de preparo técnico, acaba surtindo efeito negativo.

Enquanto para as empresas o Marketing tem a ver com a conquista e manutenção de clientes, o Marketing Pessoal tem a ver com a imagem que você mesmo projeta no mercado, ou seja, você sendo o seu principal cliente, como você está e o que está fazendo por você mesmo. Indo um pouco além, o que as pessoas irão perceber do que você projeta.

Marketing pessoal não é algo que você tem ou não tem, como um dom ou talento; é um processo contínuo de conquistas que gera, como conseqüência, o valor que você passa a ter no mercado.

Você é um produto. Preste atenção nos principais atrativos de um bom produto. “Ele tem que ter conteúdo bom, qualidade e embalagem primorosa (de acordo com o gosto do mercado). A maneira que se expõe (a vitrine) e chega ao mercado (logística) de vê ser muito bem estudado”.

Para desenvolver o Marketing Pessoal, como primeiro passo, deve-se possuir um planejamento pessoal do que quer ser, estar, ocupar, num determinado período de tempo; possuir objetivos, definindo prioridades, caminhos, recursos, meios etc., para que estes sejam alcançados, ou seja : as ferramentas necessárias; é relevante definir quantitativamente, objetivos e metas, com cronograma pré-definido.

Ninguém é sozinho e nada se consegue só. Cada vez mais as pessoas precisam da colaboração das outras. É importante saber a quem pedir e a quem ajudar, no decorrer de sua trajetória.

Sentir a colaboração faz ver além de uma função, e a ação conjunta, integrada, permite quebrar barreiras com maior facilidade. Conhecer a capacidade de colaborar faz descobrir outras necessidades e valores.

A partir do momento que se instaura uma credibilidade em relação a uma pessoa, isso passa a ser projetado em tudo que ela vier a produzir.

O que interessa no Marketing Pessoal é a consciência de que os espaços existem e que precisam ser ocupados. Só depende do comportamento de cada individuo.

Bibliografia:

KOTLER, Philip. Administração de Marketing. São Paulo: Prentice-Hall, 2004. 764 p

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui