1) Identificador

É o elemento usado para identificar a tabela. O identificador é composto do termo “tabela”, seguido de um número de ordem (indicativo) em algarismos arábicos.

As tabelas devem ser numeradas de 1 a “n” “n”, obedecendo a uma seqüência para cada capitulo ou uma única seqüência para todo o volume (quando se tratar de tabela única, é facultativa a numeração).

Se a numeração for feita por capitulo, o número de ordem deve ser precedido do numero do capitulo, separado deste por um ponto.

A palavra tabela deve ser preferencialmente escrita com letras maiúsculas.

O numero deve preceder o titulo, na mesma linha deste, separado por um hífen colocado entre espaços correspondentes a uma letra.



2) Título

Conjunto de termos que indica o conteúdo da tabela. Aparece sempre na parte superior da tabela devendo sempre ser o mais claro e completo possível. Indica a designação do fato observado, o local de ocorrência e o período de abrangência dos dados.

Deve preferencialmente ser escrita com letras maiúsculas ou seguindo o mesmo padrão definido na escrita do numero.

3) Cabeçalho

Indica a natureza do conteúdo de cada coluna.

4) Coluna Indicadora

É a divisão em sentido vertical, onde aparece a designação da natureza do conteúdo da linha.

5) Linha de Fechamento

É a linha horizontal que encerra a tabela.

6) Célula

São as divisões que aparecem no corpo da tabela, ou seja, a parte da tabela formada pelo cruzamento de uma linha com uma coluna.

7) Fonte

É a indicação da entidade responsável pelo levantamento dos dados. Deve ser colocada no rodapé, no final da tabela.

Esse procedimento garante a honestidade cientifica e serve como indicativo para posteriores consultas.

8) Sinais Convencionais

As tabelas estatísticas não podem deixar casas em branco sendo utilizado os seguintes sinais, que devem ser explicados em notas:

Traço (-) Quando o dado não existe.

Três Pontos (…) Quando a informação existe mas não está disponível.

Zero ( 0 ) Quando o valor numérico for menor que a metade da medida adotada para expressar os dados.

Letra X ( x ) Quando o dado for omitido a fim de evitar a individualização das informações, nos casos onde existe apenas um ou dois informantes.

Dois Pontos Horizontais ( .. ) Indica que não se aplica dado numérico.

Interrogação ( ? ) Quando há dúvida sobre a exatidão do valor.

Parágrafo ( # ) Quando o dado retifica a informação anteriormente publicada.

9) Chamadas ou notas esclarecedoras

Ambas são esclarecimento contidos na tabela.

As chamadas tem caráter particular, referindo-se a um item específico da tabela. São enumeradas em algarismos arábicos, entre parêntese.

Já as notas tem caráter geral, refere-se à totalidade da tabela. Devem ser enumeradas em algarismos romanos.

10) Continuação de tabelas

As tabelas que ocupam mais de uma página obedecem à seguinte norma:

– Não deve ser delimitada na sua parte inferior, a não ser na ultima página.
– O título e o cabeçalho devem ser repetidos em todas as paginas e devem ser identificados com a palavra continuação.
– As palavras continuação e conclusão devem ser escritas com caracteres minúsculos, acima do cabeçalho, alinhadas no canto direito deste.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui