27.9 C
Sorocaba
quarta-feira, janeiro 25, 2023

ESPASMOS DE TORÇÃO

O Espasmo de Torção é a alteração da tonicidade muscular com características distónicas que surge sobretudo nos músculos do pescoço, do tronco, dos membros e, embora raramente, nos músculos faciais.

Estes músculos são solicitados por movimentos que provocam uma contorção ondulante característica, devido à sucessão de impulsos nervosos motores não uniformes (uma vez que alguns induzem movimentos com características hipertónicas, outros relaxamentos com características hipotónicas).

Surgem assim movimentos descoordenados sem nenhuma finalidade. Os espasmos podem surgir com intervalos, por acessos, ou manifestar-se continuamente de modo monótono. Quando se atinge a generalização muscular do espasmo, o corpo apresenta-se contraído numa atitude estranha e grotesca.

Durante o sono, este estado atenua-se e, às vezes, desaparece. Há aumento dos espasmos nos estados emocionais ou durante os esforços musculares, como a marcha.

A doença pode ter diversas causas: em regra, há nos indivíduos atingidos alterações cerebrais devidas a doenças ou estados infecciosos que actuaram na vida intra-uterina ou na neonatal.

O começo da doença manifesta-se à volta da metade do primeiro decénio de vida: a evolução é lenta e progressiva e a terapêutica é feita, essencialmente, à base de sedativos.

Outros trabalhos relacionados

HIPERTENSÃO PULMONAR

Hipertensão pulmonar é o aumento da pressão sanguínea nas artérias que levam sangue do pulmão para o coração. A hipertensão pulmonar é uma condição...

GRIPE OU RESFRIADO

Muitas vezes chamamos simples resfriados de gripe. Mas as diferenças existem e são importantes para a recuperação. A Gripe é uma doença infecciosa aguda, contagiosa,...

DOENÇA DE HIRSCHSPRUNG

Diagnóstico. A doença de Hirschsprung é uma condição autossômica dominante caracterizada por uma acentuada dilatação do cólon, proximal a um segmento estreitado, no qual há...

NEUROPLASTICIDADE

Autor: Glauber Carlos Liberato "Existem evidências anatômicas e funcionais de que a plasticidade é potencializada pela atividade assim como por manipulação." Raineteau e colaboradores (2001). 1. Introdução A...